icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
21:21

Após o tropeço por 3 a 3 contra o Rio Claro, fora de casa, Oswaldo de Oliveira tomou uma atitude inédita desde que ele retornou ao Santos. O treinador reclamou publicamente de um erro da equipe, que resultou no primeiro gol do adversário. Arouca estava fora de campo para ser atendido, e o oponente se aproveitou para empatar o jogo no primeiro tempo.

- Enquanto o Arouca estava fora do jogo, ninguém foi para a posição dele. É uma coisa que eu exercitei nessa semana, é imperdoável esse tipo de erro. Contra o Mogi Mirim tinha um jogador fora e foi assim também - disse o treinador, que comandou treinos de bola parada na maioria das atividades da semana passada.

Na ocasião a qual o treinador se referiu, o Santos venceu o Mogi mirim por 5 a 2 fora de casa. O jogador que estava fora no lance que deu o gol ao Mogi era Emerson Palmieri, que retornou ao gramado logo na sequência.

Oswaldo não escondeu a irritação com o setor defensivo, que teve três desfalques: Neto estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Mena e Aranha estão machucados.

- A gente está chegando em um momento de decisão, é dificil quando a gente tem um time de muitos jovens. Eles acabam perdendo a concentração em alguns momentos, tem que amadurecer. Tem a parte defensiva que nós temos que nos preocupar - desabafou.

Com a semana livre para se preparar para o clássico contra o Palmeiras, no domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro, o time pode ter a volta de Aranha e Mena, que se recuperam de um estiramento no ombro direito, e um edema no abdômen respectivamente. Neto e Thiago Ribeiro estão confirmados, já que cumpriram suspensão.