icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/04/2014
07:00

Após empatar com o Sport na Vila Belmiro, em jogo válido pela primeira rodada do Brasileirão, o técnico Owvaldo de Oliveira teve de responder à já corriqueira pergunta sobre a falta de produtividade do atacante Leandro Damião. Contratado por R$ 42 milhões, o centroavante ainda não rendeu o esperado. No jogo deste domingo, voltou a ter atuação discreta. Para o treinador, é necessário ter calma para "colher os frutos" da contratação.

– O Leandro continua aplicadíssimo no jogo, mas é claro que ainda não reeditou o rendimento. Essa cobrança por tudo o que foi envolvido na transação dele é claro que aumenta muito a expectativa e a ansiedade. Temos de ter calma, raciocinar, pensar bem, para que as coisas aconteçam dentro da naturalidade. Se todo mundo perder a cabeça não vamos encontrar sucesso. É um investimento alto, a gente sabe que precisa de tempo para se adaptar. Eu da minha parte vou ter muita calma e tranquilidade para que ele possa fazer o que tem de melhor – analisou Oswaldo de Oliveira.

O comadante alvinegro também reafirmou que confia em futuras boas atuações de Leandro Damião. O técnico disse que os funcionários do Peixe estão fazendo o possível para acalmar o próprio atacante, que não vive a melhor de suas fases.

– Todos nós aqui no clube temos procurado tranquilizá-lo e dar as melhores condições para que ele retorne com o desempenho que a gente costumou a ver. Nós vamos utilizar esse tempo para que ele possa melhorar e mostrar a todos o valor que ele tem – completou o treinador santista.

Contratado para a temporada de 2014, Damião anotou cinco gols com a camisa do Santos em 13 partidas disputadas.

Santos perde muitos gols e só empata com o Sport