icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/03/2014
08:00

Por ter empatado com o Rio Claro por 3 a 3, o Santos terá que vencer o Palmeiras na próxima rodada, na Vila Belmiro, para retomar a posição de líder geral do Paulista. Carregar esse fardo pode ser pesado para muitos que pensam na difícil tarefa de vencer um clássico, mas para o técnico Oswaldo de Oliveira é só uma motivação a mais.

- A obrigação de vencer é deliciosa, jogar para vencer eu adoro. Vamos jogar da mesma maneira de sempre - garantiu o treinador.

Independentemente do resultado da partida contra o alviverde, a Ponte Preta será a adversária do Peixe nas quartas de final. No entanto, o treinador santista não quer pensar no time de Campinas por enquanto.

- Respeito o adversário, conheço e respeito o treinador. Mas nós temos o Palmeiras antes, não vou pular uma casinha, não seria inteligente da minha parte. Depois pensamos na Ponte Preta - finalizou.

Se o Santos não bater o Palmeiras, só poderá pegar um clube grande na final, já que o Verdão e o São Paulo estarão do outro lado da chave e o Corinthians está eliminado.