icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/03/2014
18:44

O São Paulo foi eliminado nas quartas de final do Campeonato Paulista pelo Penapolense, nos pênaltis. Querendo esquecer o Estadual e de olho na Copa do Brasil, Osvaldo comentou rapidamente, em coletiva de imprensa, a tristeza do grupo, que além de ter ficado sentido por não presentear a torcida, queria ter dado o título ao presidente tricolor, Juvenal Juvêncio. 

- Queríamos ter dado esse presente para o presidente que vai deixar o cargo, nada mais justo que dar o título do Campeonato Paulista, mas agora é esquecer e focar daqui pra frente .A gente sabe que foi um presidente que ganhou tíulos aqui, um cara carismático, todos gostam dele. Agora é cabeça erguida e encarar as coisa de frente porque a gente sabe que time grande tem muitas competições para jogar e precisamos trabalhar para conquistar um título este ano - disse o atacante. 

Apesar da lamentação, Osvaldo destacou a atenção máxima para a próxima competição, e tentou ver pelo lado positivo o fato do São Paulo não ter conseguido eliminar o jogo de volta da Copa do Brasil.

- Com o tempo as coisas vão melhorando, com trabalho, muito suor. Vamos nos aproximando da partida e agora começamos a focar nesta competição (Copa do Brasil), que sabemos a importância.  A intenção era matar o jogo de ida, mas esse jogo vai ser importante para não ficar tanto tempo parados, vamos estrear no Brasileiro só dia 20. Esse jogo vai ser importante para o time criar mais entrosamento e chegarmos bem - ressaltou.

O São Paulo volta a campo apenas na próxima semana, quando na quarta pega o CSA, no Morumbi. O Tricolor venceu o jogo de ida por 1 a 0 e pode empatar. Caso a equipe rival vença pelo menos placar, a decisão para a próxima fase da Copa do Brasil irá para os pênaltis.

Osvaldo pensa em renovação e mantém foco no São Paulo