icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/03/2014
06:06

Adversários deste domingo, às 18h30, no Maracanã, pelo Campeonato Estadual, Botafogo e Flamengo terminaram 2013 comemorando a classificação à Libertadores. Em razão disso, as diretorias começaram já no fim do último ano a planejar a atual temporada. Priorizando a competição continental, ambos utilizaram quase que a mesma estratégia: escalar uma equipe reserva no Carioca quando um jogo da competição sul-americana estiver próximo.

Após três meses de trabalho, os rubro-negros podem se gabar e dizer que têm sido mais bem-sucedidos. Com 31 pontos, o Flamengo já está garantido na semifinal do Estadual e muito perto de conquistar o título – desta vez, quase simbólico – da Taça Guanabara.  Já o Botafogo tem apenas 16 pontos e está praticamente eliminado. Somente um milagre dará a vaga aos comandados de Eduardo Hungaro. Mesmo assim, o treinador acredita que o trabalho seja “muito bom”.

– Se analisarmos os resultados, podemos classificar o meu trabalho com resultados ruins no Carioca, mas se analisarmos a competição prioritária, somos líderes da chave. Eu trabalho com essa diferença. Para aquilo que foi proposto como prioridade neste primeiro semestre, tenho certeza de que o trabalho vai estar sendo avaliado como muito bom – afirmou o comandante.

Apesar de ter utilizado uma equipe reserva numa quantidade menor do que o Alvinegro (veja nos quadros abaixo), o time de Jayme de Almeida, como a tabela comprova, tem um desempenho bem melhor. Segundo o treinador, o segredo foi começar vencendo na competição.

– No início do ano, nos dois primeiros jogos, sabíamos que precisaríamos vencer. Competição de pontos corridos é dificil. Felizmente, começamos bem. Com isso, nos poupamos quando precisamos poupar. Nunca abrimos mão do Carioca, mas precisávamos nos preparar melhor para a Libertadores – disse Jayme.