icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira e Paulo Victor Reis
28/03/2014
11:14

Adversários na eleição de 2011, Mauricio Assumpção e Carlos Eduardo Pereira mostraram que estarão, de novo, em lados opostos em novembro. Durante reunião do Conselho Deliberativo, na última terça-feira, os dois discutiram e chegaram a ficar cara a cara, como noticiou o blog 'Botafogo Sem Medo'.

Segundo pessoas presentes à reunião, o clima ficou pesado no ginásio de General Severiano após as trocas de "gentilezas" entre os candidatos à presidência da última eleição, em novembro de 2011. Em entrevista ao LANCE!Net, Carlos Eduardo falou sobre a discussão.

E MAIS
> Gobbi confirma interesse do Botafogo em Sheik
> Em treino, Hungaro volta a escalar Bolatti no meio de campo
> Gabriel diz que dias sem jogos ajudam na preparação física do Botafogo
> Puma divulga nova camisa branca do Botafogo; vendas começam dia 4

– O debate foi mais ou menos acalorado. Nesses anos todos, foi a primeira vez que tive chance de debater com ele, já que na última eleição ele fugiu de todos. Fomos analisando ponto a ponto os problemas relatados pelo Conselho Fiscal e as justificativas apresentadas por ele foram muito fracas – afirmou Carlos Eduardo Pereira, que foi além.

- O Mauricio se sentiu pressionado com os resultados ruins do time no Carioca e os números desastrosos do balanço financeiro de 2013 apresentado ao Conselho Deliberativo - disse.

Procurada pela reportagem para dar a versão de Mauricio Assumpção, a assessoria de imprensa do clube afirmou que o presidente não iria se manifestar sobre o caso.