icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
23:01

Falta cada vez menos. Hoje, na Arena do Grêmio, serão menos 90 minutos na contagem regressiva do Cruzeiro para garantir o bicampeonato brasileiro. Por outro lado, o Tricolor gaúcho também vê o tempo escoando para confirmar a vaga na Libertadores de 2015. E o duelo das 21h50 é decisivo também para isso.

Há seis jogos, o time de Luiz Felipe Scolari não perde. A última derrota aconteceu há mais de um mês, para o Palmeiras, no Pacaembu, dia 11 de outubro. Está em clara ascensão no Brasileirão, ao entrar no G4 após golear o Internacional no clássico. Para se manter na briga contra o rival, Corinthians, Atlético-MG e Fluminense, precisa vencer. Se isso acontecer, pula para terceiro.

A equipe gremista não terá Fellipe Bastos, suspenso. No restante, mantém a base que mudou o paradigma ofensivo e goleou Inter e Criciúma nas últimas duas rodadas. Riveros se apresentou após estar com a seleção e deve entrar no meio.

O capitão do Grêmio Barcos quer que a equipe mantenha o nível dos últimos dois jogos. Além disso, também disse que jogadores poupados por parte dos mineiros não influencia em nada para o Tricolor.

- Cruzeiro é um grande time, por isso está em primeiro e na final da Copa do Brasil. Respeitamos, mas pensamos mais no nosso posicionamento do que no deles. Para a gente não muito, para eles influencia. Mas não muda nada, estamos nos preparando para o Cruzeiro. Independente quem jogue. Não pensamos se vai poupar ou não alguém - disse Barcos.

TÍTULO IMINENTE

O Cruzeiro vive clima de decisão nesta semana. Com a possibilidade de faturar o título no domingo, diante do Goiás, e a sete dias da finalíssima da Copa do Brasil, Marcelo Oliveira decidiu poupar quatro titulares diante do Grêmio. Henrique, suspenso pelo terceiro amarelo, e Marcelo Moreno, ausente por força contratual, estão impossibilitados de jogar. Mayke, Egídio, Lucas Silva e Willian, porém, são preservados pela comissão técnica.

A ideia do treinador é que eles estejam no auge da forma física na partida diante do Atlético-MG, na decisão da Copa do Brasil. Em contrapartida, outros quatro atletas considerados titulares estarão em campo: o goleiro Fábio, os zagueiros Léo e Bruno Rodrigo e os apoiadores Everton Ribeiro e Ricardo Goulart.

Para ser campeão no domingo, sem depender de um tropeço do São Paulo contra o Santos, o Cruzeiro precisa vencer o Grêmio, em Porto Alegre, e o Goiás, domingo, no Mineirão. Caso o São Paulo não vença o Santos, no fim de semana, a Raposa pode vencer somente com um triunfo sobre o Esmeraldino.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X CRUZEIRO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data-hora: 20/11/2014 – às 21h50
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Pedro Geromel e Zé Roberto; Walace, Riveros, Ramiro, Luan e Dudu; Barcos - Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Léo, Bruno Rodrigo e Samudio; Willian Farias, Nilton, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart; Marquinhos e Júlio Baptista - Técnico: Marcelo Oliveira.