icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2014
12:02

Marrocos não vai mesmo sediar a Copa Africana de Nações. Segundo comunicado emitido nesta terça-feira pela Confederação Africana de Futebol (CAF), o país fez a solicitação oficial para não receber o evento, por causa do tumor do surto de ebola, e ainda foi automaticamente desqualificado da competição. A decisão foi tomada durante reunião do comitê executivo da CAF em Cairo.

A CAF, que mostrou certa irritação com Marrocos pela decisão, já recebeu novas candidaturas, e vai anunciar sua decisão nos próximos dias. A entidade ainda confirmou que as datas e os sorteios permanecem inalterados, restando apenas a definição da sede. Outras punições, por causa da quebra de contrato, ainda podem ser aplicadas ao país, além da perda da vaga.

As Eliminatórias da Copa Africana de Nações continuam nesta semana. A CAF confirmou que os jogos dos dias 14, 15 e 19, para decidir as 15 seleções que irão ao torneio irão acontecer. A nova sede também estará classificada automaticamente.

No comunicado, a CAF não falou nada em relação ao Mundial de Clubes, que acontece ainda este ano. Recentemente, a Fifa confirmou que o país vai receber o torneio, que terá as participações de clubes como Real Madrid e San Lorenzo.