icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
05/06/2014
07:10

Luiz Felipe Scolari chamou Willian na semana passada de uma “boa e grande dor de cabeça”. O que tem impressionado cada vez mais o treinador da Seleção Brasileira na preparação para a Copa do Mundo é a velocidade do meia, que aos 25 anos já atuou em praticamente todas as faixas do campo no ataque. Willian foi destaque nos dois coletivos já realizados e fez um gol na goleada contra o Panamá após sair da reserva.

É hoje o reserva que pede passagem, mesmo sendo um dos mais inexperientes com a camisa amarela. Com apenas seis partidas e dois gols pelo Brasil, Willian só jogou mais do que Henrique (cinco jogos) no grupo dos 23 convocados.

– Venho aproveitando as oportunidades e entrando bem nos jogos. Mas quem vai decidir quem joga e se vou entrar ou não é o professor Felipão – afirmou o cauteloso jogador.

No esquema 4-2-3-1 de Felipão, Willian pode atuar pelo meio, na direita ou na esquerda. Na goleada por 4 a 0 de terça, ele entrou pelo lado direito. Nos treinos, já foi visto em todos os cantos. Reflexo do que fez na carreira até agora. No Shakhtar Donetsk (UCR), clube o qual defendeu de 2007 a 2013, ele atuou mais na esquerda. No Anzhi (RUS), foi utilizado no centro e na direita, mesmo lado do campo em que o português Mourinho o escala no Chelsea (ING). O belga Hazard joga do lado oposto.

– Eu pensei que nunca veria um jogador correr mais que o Ramires em campo, mas o Willian consegue superá-lo. É fantástico, fundamental na defesa e no ataque – disse o goleiro Petr Cech, parceiro na Inglaterra.

A história de Willian: Joia do Corinthians convocado para a Copa
 

– Não tenho dificuldade em jogar em nenhuma dessas posições (no lugar do Oscar ou pela direita). No Chelsea, às vezes, eu jogava aberto pela direita ou pela esquerda. No amistoso o Felipão pediu para jogar mais pela direita. Então, se tiver chance de entrar, vou fazer o que o professor pedir – afirmou Willian.

Na última Copa do Mundo com Scolari, em 2002, Juninho Paulista era titular no meio de campo e perdeu a vaga no início do torneio para Kleberson. Raí, em 1994, perdeu lugar para Mazinho. Giovanni, em 1998, saiu para Leonardo entrar. Em 2010, na África do Sul, uma lesão forçou Dunga a sacar Elano do time.

Willian está na cola do titular Oscar, com 37 jogos pela Seleção Brasileira e muita moral com Felipão.

- Willian sabe jogar, deverá ser muito útil nesses sete jogos que temos pela frente na Copa do Mundo - afirmou o treinador.


Willian nunca foi titular pela Seleção: apenas seis jogos

Gabão 0x2 Brasil
10/11/2011 Com Mano Menezes, ele recebeu sua primeira chance e entrou em campo aos 27 minutos do segundo tempo no amistoso da Seleção.

Brasil 2x0 Egito
14/11/2011 Aos 30 minutos do segundo tempo, Willian ganhou nova chance também em partida amistosa. O grupo era o mesmo do jogo anterior.

Brasil 5x0 Honduras
16/11/2013 Foi só no fim do ano passado que Felipão deu a primeira chance ao meia, que entrou no intervalo e fez um gol na goleada.

Brasil 2x1 Chile
19/11/2013 No amistoso em Toronto, Willian entrou em campo aos 19 minutos do segundo tempo e ganhou a confiança do atual treinador.

África do Sul 0x5 Brasil
5/3/2014 Na última convocação antes da Copa, o meia entrou no intervalo em nova goleada da Seleção, em mais uma partida amistosa.

Brasil 4x0 Panamá
3/6/2014 Willian entrou aos 17 minutos do segundo tempo em Goiânia, na terça-feira, e fez o quarto gol da goleada brasileira.


Willian na preparação da Seleção

Sábado – 31/5
Willian deu muita velocidade ao ataque do time reserva no primeiro treino coletivo da preparação, na Granja Comary. Os titulares iniciaram o trabalho com dificuldade, mas depois evoluíram e venceram por 2 a 0. O meia ganhou uma chance no lugar de Hulk. Foi testado mais centralizado em campo, mas caindo bem pelos dois lados do campo.

Domingo – 1/6
Willian acabou com o treino literalmente. Após um rápido contra-ataque, junto com Hulk, o meia fez o segundo gol do time reserva, que venceu o segundo tempo por 2 a 0, mas perdeu o coletivo (3 a 2). Felipão não gostou nada da marcação e deu uma bronca em seus titulares. O meia trabalhou o tempo todo entre os reservas e deu muito trabalho.

Terça – 3/6
Willian ganhou nora 7 do LANCE! por sua participação no penúltimo amistoso de preparação para a Copa do Mundo. Provou que tem potencial para ganhar uma chance de titular. Esperto dentro da área após um cruzamento da esquerda de Maxwell, ele finalizou sem problemas para o fundo do gol do Panamá e fechou o placar do teste.