icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/12/2013
19:24

A montadora japonesa Nissan informou em seu site oficial que não continuará com o patrocínio ao Vasco. A empresa apresentou como justificativa as cenas de barbárie que ocorreram no dia 8 de dezembro na Arena Joinville, quando torcedores cruz-maltinos e do Atlético-PR se envolveram em uma briga generalizada.

A Nissan pagava R$ 7 milhões por ano ao Vasco e a decisão partiu de sua matriz. Confirma o comunicado oficial:

"Rio de Janeiro.

Depois dos recentes atos de inaceitável violência, a Nissan informa que não manterá o contrato de patrocínio junto ao Club de Regatas Vasco da Gama.

A direção da Nissan considera que os referidos atos de violência são incompatíveis com os valores e princípios sustentados e defendidos pela empresa em todo o mundo.

O patrocínio havia sido assinado em Julho de 2013, e tinha previsão de duração de quatro anos.

A Nissan reforça seu compromisso com o esporte brasileiro como Patrocinadora Oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ e apoio a 30 atletas olímpicos e paralímpicos do Brasil."