icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/07/2014
10:40

Pode tirar a 'suspensão mágica', mudar o regulamento, alterar as regras... Mas ninguém consegue parar a Mercedes. Em casa, Nico Rosberg correu sozinho para a vitória, liderando de ponta a ponta e sem ser ameaçado na liderança. O rendimento flecha de prata segue surpreendente na Fórmula 1 e a vitória no GP da Alemanha, em Hockenheim, é a nona na temporada.

Largando em 20º, Lewis Hamilton "empilhou" os adversários, com dezenas de ultrapassagens e terminou a corrida na terceira da posição, mas viu seu rival direto na briga pelo título se distanciar na liderança do campeonato. Agora, Rosberg tem 190 pontos, enquanto Hamilton tem 176.

O segundo colocado na prova foi o surpreendente Valtteri Bottas, da Williams. O finlandês provou que está em boa fase e garantiu seu terceiro pódio consecutivo, se aproximando do quarto colocado no campeonato de pilotos, o espanhol Fernando Alonso.


Bottas vem fazendo um campeonato impressionante pela Williams, conquistando seu terceiro pódio seguido (Foto: AFP)

Atrás dos três primeiros, chegou Sebastian Vettel, da Red Bull. O alemão se beneficiou da queda de rendimento de Alonso, que precisou fazer uma terceira parada com 10 voltas para o final e não conseguiu mais recuperar a posição. 

Com pneus novos, Alonso voltou bem à pista e completou a prova na quinta colocação, após protagonizar um belíssimo duelo com Daniel Ricciardo, da Red Bull, com diversas trocas de posições (até a última volta), mas com vantagem ao espanhol. Depois de Ricciardo, chegou Nico Hulkenberg, da Force India.

Jenson Button, da McLaren, que havia largado na 11ª colocação e fez uma boa prova, chegando sem maiores problemas no oitavo lugar. seguido por seu companheiro Kevin Magnussen, e Sergio Pérez, da Force India, que fechou o Top 10 do GP da Alemanha.


Após capotar logo na primeira curva, carro de Felipe Massa ficou destruído na Alemanha (Foto: AFP)

A nota triste foi o abandono de Felipe Massa, o quarto na temporada. Logo na primeira curva do GP, a roda de Magnussen tocou na de Massa, fazendo com que o carro do brasileiro "voasse" e capotasse no circuito, forçando o abandono do brasileiro. Curiosamente, isso já aconteceu com Massa neste ano. Na prova de abertura da temporada, Massa foi atropelado por Kobayashi e abandonou na primeira curva, enquanto na última etapa, o choque foi com Raikkonen, também na primeira volta.

A próxima etapa da Fórmula 1 será disputada já no próximo domingo, no GP da Hungria. Depois dessa prova, a F-1 faz uma pausa de 1 mês e retorna no dia 24 de agosto, no GP da Bélgica.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DA ALEMANHA DE F-1:

1 - Nico Rosberg (ALE) - Mercedes -
2 - Valtteri Bottas (FIN) - Williams
3 - Lewis Hamilton (GBR) - Mercedes
4 - Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull
5 - Fernando Alonso (ESP) - Ferrari
6 - Daniel Ricciardo (AUS) - Red Bull
7 - Nico Hulkenberg (ALE) - Force India
8 - Jenson Button (GBR) - McLaren
9 - Kevin Magnussen (DIN) - McLaren
10 - Sergio Pérez (MEX) - Force India
11 - Kimi Raikkonen (FIN) - Ferrari
12 - Pastor Maldonado (VEN) - Lotus
13 - Jean-Eric Vergne (FRA) - Toro Rosso
14 - Esteban Gutierrez (MEX) - Sauber
15 - Jules Bianchi (FRA) - Marussia
16 - Kamui Kobayashi (JAP) - Caterham
17 - Max Chilton (GBR) - Marussia
18 - Marcus Ericsson (SUE) - Caterham

Não completaram:

Daniil Kvyat - Toro Rosso - Fogo no carro
Adrian Sutil - Sauber - Quebra
Romain Grosjean - Lotus - Perda de potência
Felipe Massa - Williams - Acidente 


Líder da temporada, Rosberg é só alegria, enquanto Hamilton já vê o adversário distante na tabela (Foto: AFP)