icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/12/2013
13:38

Quando a janela de trasnferências se fechou na Espanha, a grande expectativa era para ver quem iria brilhar mais e mais rápido entre Bale e Neymar. Afinal, o galês tornava-se no jogador mais caro de todos os tempos, e o brasileiro era (e continua sendo) um dos mais badalados do mundo do futebol. Meses depois, os dois estão em momentos que precisam substituir os principais astros de Real Madrid e Barcelona. E nesta, o galês saiu-se melhor.

Na verdade, a disputa é bem acirrada entre eles até agora. Neymar chegou fazendo gol de título (da Supercopa da Espanha, contra o Atlético de Madrid), dando dribles, passes para gols e empolgando a torcida e a imprensa. Enquanto isso, Bale terminava de se tratar de uma lesão que ainda trazia do Tottenham, pouco entrava, e quando jogava, ia mal. O auge do brazuca foi justamente o fundo do poço para o galês: o clássico.

Neymar fez um gol, deu passe para outro, foi o nome do seu primeiro clássico, e Bale voltava de lesão. O Real Madrid fez um grande planejamento para voltar justamente contra o Barcelona, mas jogou fora de posição e não conseguiu render. Foi justamente a partir daí que o galês começou a brilhar ao lado de Cristiano Ronaldo. Enquanto a dupla entre o brazuca e Messi nunca, de fato, aconteceu.

A goleada do Real Madrid por 7 a 3 sobre o Sevilla foi um divisor de águas para os merengues (o famoso jogo em que CR7 comemorou como um comandante). Bale "estreou". Marcou dois, deu passes para mais dois e foi destaque ao lado do português. E foi atrás dos números de Neymar.

O brasileiro tem sido um excelente passador e já deu nove passes para gols, contra seis de Bale. Mas em bolas nas redes, o merengue supera o rival. São nove contra cinco. A diferença ainda fica para o tempo em campo. O britânico entrou em campo durante 846 minutos, enquanto o jogador do Barcelona atuou por 1525.

Bale e Neymar têm feito bons jogos por Real Madrid e Barcelona (Fotos: AFP)

PROTAGONISTAS
Ambos chegaram em seus clubes dizendo que estavam lá para serem coadjuvantes de Messi e Cristiano Ronaldo. E assim estão sendo. Porém, ambos estão lesionados (o português já está bem e volta logo), e os dois tornaram-se os protagonistas dos seus times nas últimas partidas. E foi mais um ponto para Bale na disputa.

O Barcelona vai perder Messi no total por dois meses. Ele deixou o jogo contra o Betis, quando ainda estava 0 a 0, aos 21 minutos. Neymar fez o primeiro gol depois da saída do argentino, e já são três jogos em branco, inclusive as derrotas contra Ajax e Bilbao.

Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid na partida contra o Almería, quando estava 1 a 0 para os merengues. Depois, veio uma chuva de gols, sendo um de Bale. O time da capital ainda goleou o Galatasaray, Bale marcou de falta, e depois ele teve uma atuação praticamente perfeita contra o Valladolid: três gols e passe para mais um.