icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/04/2014
23:54

A torcida esperou 17 anos para a volta do Botafogo à Copa Libertadores. E precisando de um empate ou uma vitória para se classificar, o time entrou no Nuevo Gasómetro com muita cautela e acabou engolido pelo San Lorenzo, que goleou por 3 a 0 e eliminou o Alvinegro da competição, decepcionando a torcida do Glorioso por todo o país. Piatti, com dois gols, e Villalba, foram os responsáveis pelo triunfo do Ciclón.

O time argentino também sofreu para passar de fase, pois o gol de Piatti, aos 43 do segundo tempo, deu a vaga ao San Lorenzo no saldo de gols, já que o Independiente del Valle derrotou o Unión Española por 5 a 4, fora de casa. Mesmo com a derrota, o time chileno avançou para a próxima fase do torneio.

TIME ENTRA COM POSTURA CAUTELOSA

Empurrado pela torcida que lotou o Nuevo Gasómetro, o San Lorenzo entrou em campo num ritmo muito superior ao do Botafogo, que parecia contente com o empate e tentava se defender de todas as formas. Enquanto o time carioca se encolhia e esperava os argentinos, o Ciclón pressionava e buscava o gol.

A superioridade dos donos da casa era tanto que a primeira jogada alvinegra foi apenas aos 12 minutos, em chute despretensioso de Jorge Wagner do meio da rua. Logo depois, Wallyson recebeu ótimo passe de Jorge Wagner e quase fez um golaço. Mas o Glorioso ficou por aí. O San Lorenzo retomou o domínio do jogo e abriu o placar aos 28, com Villalba, em chute que desviou no pé de Julio Cesar e matou Jefferson.

Depois do gol a pressão continuou, mas foi infrutífera e os times foram para o intervalo com 1 a 0 no placar.

DUCHA DE ÁGUA FRIA E TIME SEM PODER DE REAÇÃO

Com menos de um minuto do segundo tempo, Wallyson invadiu a área, mas tocou para trás e a zaga rival tirou o perigo. Esse lance deu a impressão de que o Botafogo adotaria uma postura diferente na segunda etapa. Ledo engano. O time seguiu mal e sem forças para atacar e o San Lorenzo ampliou o placar aos oito minutos, em falha clamorosa do setor esquerdo da defesa, que deixou um buraco na marcação, e também de Airton, que errou na hora de afastar o perigo e ajeitou para Piatti, que chutou no canto esquerdo de Jefferson.

A partir daí, o Botafogo entregou os pontos. Com um banco de reservas limitado, Eduardo Hungaro lançou Bolatti e Henrique, mas nada adiantou. E o San Lorenzo, precisando de mais um gol devido a vitória parcial do Independiente del Valle sobre o Unión Española, pressionou o Glorioso ainda mais. Matos perdeu chance incrível após driblar Jefferson, mas Piatti - o nome do jogo - recebeu livre aos 43 e colocou no ângulo, classificando os argentinos de forma milagrosa e dando, de forma definitiva, a lanterna do Grupo 2 para o Botafogo.

FICHA TÉCNICA
SAN LORENZO 3 X 0 BOTAFOGO

Local: Nuevo Gasómetro, Buenos Aires (ARG)
Data-Hora: 9/4/2014 - 22h (de Brasília)
Árbitro: Juan Soto (Fifa-VEN)
Auxiliares: Carlos López (Fifa-VEN) e Luis Murillo (Fifa-VEN)
Renda e público: Não divulgado
Cartões amarelos: Gentiletti, Correa e Piatti (SAN); Bolatti (BOT)
Cartões vermelhos: -
Gols: Villalba 28'/1ºT (1-0), Piatti 8'/2ºT (2-0) e 43'/2ºT (3-0)

SAN LORENZO: Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Más (Navarro 39'/2ºT); Mercier, Ortigoza, Villalba (Cavallaro 21'/2ºT) e Piatti; Correa (Elizari 27'/2ºT) e Matos - Técnico: Edgardo Bauza.

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Airton (Bolatti 8'/2ºT), Gabriel (Henrique 8'/2ºT), Jorge Wagner e Lodeiro; Wallyson (Fabiano 32'/2ºT) e Ferreyra - Técnico: Eduardo Hungaro.