icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2014
21:03

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, trabalha com a possibilidade de perder o técnico Muricy Ramalho para a Seleção Brasileira. E já tem uma ideia do que buscará como substituto: um comandante estrangeiro.

- Se o Muricy for para a Seleção, iremos atrás de técnicos estrangeiros, não contrataremos técnico brasileiro. Queremos mudar o futebol brasileiro. O Muricy mostrou que o time está bem demais, jogamos um futebol brilhante contra o Bahia e podemos aperfeiçoar - disse Aidar, em entrevista à Rádio Bandeirantes, na noita desta sexta-feira.

Entusiasta de provocações aos rivais, Aidar aproveitou para, novamente, brincar com o Palmeiras. O Alviverde, no momento, tem o argentino Ricardo Gareca como técnico, mas segundo o presidente do São Paulo não há o que temer.

- Já tranquilizo o Palmeiras, mas não vamos atrás do Gareca (risos) - disse o presidente.

Aidar também elogiou Gilmar Rinaldi, anunciado como novo coordenador da Seleção Brasileira e disse que a tendência é que o ex-goleiro escolha um técnico gaúcho, já que também é natural do Rio Grande do Sul. Neste caso, o mais cotado é Tite, ex-Corinthians.

O presidente do São Paulo, no seus primeiros meses de mandato, já sacudiu o futebol brasileiro ao tirar do Palmeiras o atacante Alan Kardec, além das já citadas provocações que acabaram em polêmica. Aidar já chamou o presidente palmeirense, Paulo Nobre, de patético.