icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
25/12/2013
08:03

A definição sobre a situação de Lúcio não deve sair nos próximos dias. Encostado no São Paulo há mais de quatro meses e sem chances no clube do Morumbi, o zagueiro negocia sua rescisão de contrato e está na mira do Palmeiras, rival do Tricolor. Ainda sem receber uma posição mais concreta do Verdão, o defensor deve ter seu futuro definido apenas em janeiro.

Depois de divergências com Paulo Autuori e Ney Franco no Tricolor, o pentacampeão mundial passou a treinar separado e já conversa com a cúpula do Morumbi para conseguir a rescisão contratual. Aos 35 anos, Lúcio tem contrato até o fim de 2014 e ele ainda teria de receber um ano de salários - seus vencimentos beiram os R$ 500 mil, sendo R$ 300 mil pagos pelo clube e o resto pela Visa, que ajudou na sua contratação, em 2012.

Embora tenha tido reuniões com os agentes de Lúcio, o Palmeiras ainda não avançou nas tratativas para contratar o jogador. De acordo com o diretor-executivo, José Carlos Brunoro, a vinda do atleta só pode ser viabilizada quando ele deixar o São Paulo. 

Há, contudo, uma confiança dentro do Palmeiras sobre a possibilidade de ter o jogador no centenário. Isto porque os valores pedidos por ele estão "dentro da realidade". Gilson Kleina, técnico alviverde, gosta do jogador, tido como uma das prioridades para reforçar a zaga em 2014.