icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/07/2013
12:21

O Milan não pretende esperar até janeiro para ter no seu elenco o meia japonês Honda. Uma delegação rossonera irá até Moscou tentar convencer os dirigentes do CSKA a liberá-lo.

Mas o clube russo não pretende antecipar a cessão do jogador sem receber pelo menos cinco milhões de euros (R$ 14,5 milhões). O Milan não aceita pagar mais do que dois milhões de euros (R$ 5,8 milhões).

Honda já tem um pré-contrato assinado com o clube italiano. No entanto, só irá ser apresentado pelos rossoneros após o término de seu vínculo com o CSKA, que vai até dezembro deste ano.

O Milan não pretende esperar até janeiro para ter no seu elenco o meia japonês Honda. Uma delegação rossonera irá até Moscou tentar convencer os dirigentes do CSKA a liberá-lo.

Mas o clube russo não pretende antecipar a cessão do jogador sem receber pelo menos cinco milhões de euros (R$ 14,5 milhões). O Milan não aceita pagar mais do que dois milhões de euros (R$ 5,8 milhões).

Honda já tem um pré-contrato assinado com o clube italiano. No entanto, só irá ser apresentado pelos rossoneros após o término de seu vínculo com o CSKA, que vai até dezembro deste ano.