icons.title signature.placeholder Marcelo Damato
05/12/2013
12:19

O presidente da Uefa, Michel Platini, pode não sair candidato à presidência da Fifa no ano que vem. Platini está avaliando suas chances eleitorais e vai esperar a Copa do Mundo para anunciar  

A preocupação do dirigente francês é com a quantidade de apoios que manteve desde que ficou claro que seu adversário será o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

Analistas afirmam que Blatter controla a maioria das federações da África, Ásia e Concacaf e assim seria quase imbatível.

Se ocorrer, ste será um embate de ex-aliados. O presidente da Fifa teve um pael importante na sua chegada ao poder europeu, em 2006, quando bateu  sueco Lennart Johannson.

A aliança dos dois começou durante os preparativos para a Copa de 1998. Blatter era secretário-geral da entidade e chegaria à presidência alguns dias antes do Mundial ao vencer uma disputa justamente com Johansson.

Platini chegou a ser apontado como o escolhido de Blatter para sua sucessão em 2015, mas divergências entre os dois nunca bem reveladas acabaram distanciando-os. Blatter, que já havia dito que este seria seu último mandato, anunciou a vontade de concorrer novamente.