icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/04/2014
09:00

O zagueiro Lúcio não deu sequer um sorriso em sua entrevista coletiva nesta segunda-feira. Chateado com a eliminação do Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista, domingo, diante do Ituano, ele só deixou de lamentar quando questionado sobre seu desempenho individual ao longo da competição.

- Esse campeonato para mim foi importante. Jogador convive com críticas e opiniões contrárias, e eu procuro analisar aquilo que tem lógica para tirar de motivação. Tenho certeza que fiz o meu melhor desde o primeiro dia em que estive no Palmeiras. Sem dúvida, pessoalmente estou feliz por voltar a jogar depois de tanto tempo parado e por ter feito boa competição - comentou.

Antes de se apresentar ao Verdão, no início do ano, Lúcio estava encostado no rival São Paulo. Afastado do elenco profissional por Paulo Autuori, sob a justificativa de indisciplina, foi mantido na "geladeira" quando Muricy Ramalho assumiu. Ele treinava em horários alternativos no CT da Barra Funda, e desde julho do ano passado não fazia uma partida.

- Claro que meu objetivo e dos meus amigos era chegar ao título, mas nem sempre é possível. Eu, que já estou há tanto tempo no futebol, deixo esse conselho para quem está começando: crítica sempre vai acontecer. Ou você fica na tristeza e deixa os outros com razão ou dá a volta por cima - completou.

Lúcio é titular absoluto na equipe de Gilson Kleina: fez 15 jogos no ano e não foi substituído em nenhum deles. O 16º deve ser nesta quarta-feira, às 22h, contra o Vilhena-RO, no Pacaembu. É o duelo de volta pela primeira fase da Copa do Brasil. Em Rondônia, o Palmeiras fez 1 a 0.

Lúcio quer esquecer derrota e focar na Copa do Brasil