icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2013
07:38

As saídas de Fellype Gabriel e Andrezinho rumo ao futebol asiático levantaram dúvidas se o elenco do Botafogo conseguiria suportar as perdas de dois jogadores tão importantes e experientes. E a vitória sobre o Náutico – que resultou na volta à liderança, após tropeços de Coritiba e Vitória – mostrou que o grupo alvinegro ainda está fortalecido e possui peças importantes no banco, como Elias e Renato, autores dos gols.

– Isso mostra a força da equipe. Os jogadores conversam entre eles e ajudam muito o meu trabalho. É o esforço de todo o Botafogo – disse Oswaldo de Oliveira, que também rasgou elogios ao atacante que veio do Resende:

– Elias entrou bem contra o Fluminense e no último jogo foi bem agressivo. Espero que supra a necessidade que nós temos de um homem para fazer o gol.

Além do atacante, outra peça importante no banco de reservas é Renato. Titular nas duas últimas rodadas devido às suspensões de Gabriel (contra o Grêmio) e Marcelo Mattos (diante do Náutico), ele deve voltar a figurar entre os suplentes na quarta-feira, contra o Figueirense, pela Copa do Brasil. Contudo, sempre é utilizado para melhorar a saída de bola.

E MAIS:

> É líder! Vitória e Coritiba tropeçam e Botafogo assume a ponta do Brasileiro
> Oswaldo de Oliveira atribui liderança à força da equipe do Botafogo
> Oswaldo elogia entrada de Elias: 'Me deixa satisfeito para o futuro'

'Melhor da minha gestão'

O atual grupo do Botafogo foi definido pelo presidente Mauricio Assumpção como o melhor desde que assumiu o clube, em 2009.

– Tenho hoje o time mais qualificado da minha gestão. Mostrou isso no Estadual e vem provando no Brasileiro. Posso perder tudo isso porque quase R$ 30 milhões do meu caixa sumiram. Preocupa, mas estamos buscando as alternativas – disse, em entrevista à CBN, se referindo ao fechamento do Engenhão.

Botafogo vence o lanterna e dorme na liderança

As saídas de Fellype Gabriel e Andrezinho rumo ao futebol asiático levantaram dúvidas se o elenco do Botafogo conseguiria suportar as perdas de dois jogadores tão importantes e experientes. E a vitória sobre o Náutico – que resultou na volta à liderança, após tropeços de Coritiba e Vitória – mostrou que o grupo alvinegro ainda está fortalecido e possui peças importantes no banco, como Elias e Renato, autores dos gols.

– Isso mostra a força da equipe. Os jogadores conversam entre eles e ajudam muito o meu trabalho. É o esforço de todo o Botafogo – disse Oswaldo de Oliveira, que também rasgou elogios ao atacante que veio do Resende:

– Elias entrou bem contra o Fluminense e no último jogo foi bem agressivo. Espero que supra a necessidade que nós temos de um homem para fazer o gol.

Além do atacante, outra peça importante no banco de reservas é Renato. Titular nas duas últimas rodadas devido às suspensões de Gabriel (contra o Grêmio) e Marcelo Mattos (diante do Náutico), ele deve voltar a figurar entre os suplentes na quarta-feira, contra o Figueirense, pela Copa do Brasil. Contudo, sempre é utilizado para melhorar a saída de bola.

E MAIS:

> É líder! Vitória e Coritiba tropeçam e Botafogo assume a ponta do Brasileiro
> Oswaldo de Oliveira atribui liderança à força da equipe do Botafogo
> Oswaldo elogia entrada de Elias: 'Me deixa satisfeito para o futuro'

'Melhor da minha gestão'

O atual grupo do Botafogo foi definido pelo presidente Mauricio Assumpção como o melhor desde que assumiu o clube, em 2009.

– Tenho hoje o time mais qualificado da minha gestão. Mostrou isso no Estadual e vem provando no Brasileiro. Posso perder tudo isso porque quase R$ 30 milhões do meu caixa sumiram. Preocupa, mas estamos buscando as alternativas – disse, em entrevista à CBN, se referindo ao fechamento do Engenhão.

Botafogo vence o lanterna e dorme na liderança