icons.title signature.placeholder João Pires
23/03/2014
09:00

A Copa Latina de Tênis de Mesa, em Manaus (AM), trouxe ao Brasil quatro gringos: os argentinos Gaston Alto e Rodrigo Gilabert e os cubanos Johan Mora e Jorge Campos. Os dois atletas caribenhos vão permanecer no Brasil, onde treinarão em Macapá (AP).

Mora e Campos são dois dos melhores mesatenistas de Cuba, mas mesmo assim passaram por problemas nos últimos meses. Os dois estão afastados do Circuito Mundial de Tênis de Mesa, em função da falta de dinheiro para realizar as viagens. Mora não vai a uma etapa internacional desde março de 2013, enquanto Campos desde maio.

— É uma experiência nova estar no Brasil. Estou sem competir internacionalmente desde maio, por causa da economia. Permaneci em Cuba treinando neste período. Em Manaus, foi bom participar para ver como estou — falou Campos.

Nestes 90 dias no Brasil, Mora e Campos vão participar de diversas atividades no estado do Amapá. Segundo Alan Cardoso, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Amapá, os cubanos, além dos treinos, serão levados a algumas escolas para passarem ensinamentos de disciplina e dedicação.

— Eles são realmente exemplos de práticas disciplinares. É impressionante os cubanos — disse Alan.

Segundo os atletas, seria interessante permanecer no Brasil por mais tempo, mas duas coisas não permitirão que eles fiquem. Johan Mora disse ao L! que o visto deles é válido por estes 90 dias apenas e eles serão obrigados a retornar à ilha para depois disputar os Jogos Centro-Americanos e do Caribe, que serão em Veracruz (MEX).

Jorge Campos foi o responsável por eliminar o mesatenista brasileiro Gustavo Tsuboi nos Jogos Pan-Americanos de Guadaljara (MEX), em 2011. Mas, em 2012, Tsuboi o venceu na seletiva olímpica.

Atletas vão treinar com a Seleção

Durante a estada no Brasil, Johan Mora e Jorge Campos vão ter a oportunidade de treinar com a Seleção Brasileira de Tênis de Mesa, que faz pelo menos a cada dois meses uma reunião para treinos em São Caetanos do Sul (SP). Além disso, os cubanos disputarão pelo menos mais duas etapas da Copa Latina, em Jaraguá do Sul (SC), entre 11 e 12 de abril, e Fortaleza (CE), com data ainda indefinida.

— É uma grande oportunidade para nós. Vamos conhecer mais o tênis de mesa brasileiro e nos fortalecer — afirmou Campos.

Em Manaus, Campos foi eliminado nas quartas de final, para o brasileiro Eric Jouti (346º do ranking mundial) e Mora caiu ainda na fase de grupos. Os dois disseram que estranharam a mesa (da marca San-Ei), por ser muito veloz.

A intenção da Confederação Brasileira é que a Copa Latina se transforme em um circuito, com pelo menos seis etapas anuais.