icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2014
08:10

As transferências do futebol europeu não deram tempo durante a Copa do Mundo. Contratações foram anunciadas, rumores tomaram conta do futuro de alguns jogadores e nomes menos conhecidos aproveitaram para mostrar o cartão de visitas a grandes clubes do Velho Continente.

Mesmo com a bola rolando para o principal torneio do mundo, alguns astros chegaram a pousar com a camisa do novo clube, como aconteceu com o espanhol Fàbregas, o chileno Bravo e o croata Rakitic.

O LANCE!Net também listou algumas "pechinchas" para o vaivém da próxima temporada.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Balotelli pode ser substituir Suárez no Liverpool

L!TV:
> Narrador enlouquece com gol de Di María e provoca brasileiros
> Não tá fácil! Seleções tradicionais sofrem para avançar na Copa
> Grande exemplo! Kuyt ajuda pessoas com deficiência
> Jô decepciona e perde caminhão de gols em treino do Brasil

Confira abaixo como o mercado se comportou durante a Copa do Mundo:

Negócios fechados durante o Mundial:

Fàbregas (ESPANHA) - Do Barcelona para o Chelsea. Criado nas categorias de base do clube catalão, o meia teve o retorno muito celebrado em 2011, mas não vingou, amargando o banco de reservas em diversas oportunidades. Na Inglaterra, já recebeu muitos elogios do técnico José Mourinho. Valor da transação: 33 milhões de euros (R$ 99,5 milhões).

Diego Costa (ESPANHA) - Do Atlético de Madrid para o Chelsea. O atacante brasileiro naturalizado espanhol teve o pior cenário possível na Copa. Foi vaiado e chamado de traidor. Porém, a hostilidade dos anfitriões não incomodou os Blues, que investiram pesado no artilheiro colchonero. Valor da transação: 38 milhões de euros (R$ 114,8 milhões).


Diego Costa não vingou, juntamente com a Espanha (Foto: Lluis Gene/ AFP)

Bravo (CHILE) - Da Real Sociedad para o Barcelona. Após oito temporadas no clube basco, o goleiro chileno foi o escolhido para substituir Valdés. O paredão andino foi um dos destaques da boa campanha do Chile no Mundial. Veterano, ele está próximo de se tornar o jogador que mais defendeu a seleção. Valor da transação: 4 milhões de euros (R$ 12 milhões).


Bravo foi um dos destaques do Chile no Mundial (Foto: Luis Acosta/ AFP)

Rakitic (CROÁCIA) - Do Sevilla para o Barcelona. O "Beijoqueiro Croata" comandou o Sevilla no título da última Liga Europa. Após a conquista, tascou um beijo na boca do português Carriço. Amoroso, o meia chamou a atenção do Barcelona. O jogador pode ocupar o lugar do veterano Xavi e dar mais gás à equipe. Valor da transação: 18 milhões de euros (R$ 54,3 milhões).

Shaw (INGLATERRA) - Do Southampton para o United. Convocado para o lugar do experiente Ashley Cole, o jovem foi uma das revelações do futebol do país em 2014. Apesar da queda do English Team na fase de grupos, a promessa dos Saints foi premiado com a chance de defender os Red Devils e subir na carreira, mesmo com pouca idade (18 anos). Valor da transação: 37,5 milhões de euros (R$ 113,1 milhões).


A Copa pode ser um grande trampolim para:

James Rodríguez (COLÔMBIA) - Pode trocar o Monaco pelo Real Madrid. Artilheiro do Mundial com cinco gols, o atacante tem apenas 22 anos, idade que eleva ainda mais o potencial e valor de mercado. Já defendeu o Envigado (COL), Banfield (ARG) e Porto, antes de chegar ao futebol francês. Valor de mercado: 35 milhões de euros (R$ 105,6 milhões).


James Rodríguez: Rei das dancinhas e dos gols até o momento (Foto: Toshifumi Kitamura/AFP)

Navas (COSTA RICA) - Pode trocar o Levante por Porto ou Benfica. Além de ser considerado o melhor goleiro do último Campeonato Espanhol, foi para a Copa desconhecido pela grande maioria do público e mostrou ser um dos melhores da posição. É um dos responsáveis por colocar os Ticos nas quartas de final. Valor de mercado: 4 milhões de euros (R$ 12 milhões).


Navas vem se destacando com a surpresa Costa Rica (Foto: Ronaldo Schemidt/AFP)

Ochoa (MÉXICO) - Desempregado, pode parar no Atlético de Madrid. Depois de ser rebaixado pelo Ajaccio, acabou ficando desempregado. Mas o perído sem trabalho deve durar pouco. Ochoa parou Neymar e teve grande atuação nos demais jogos do México nesta Copa do Mundo. Valor de mercado: 5 milhões de euros (R$ 15 milhões).

Em evidência

Suárez (URUGUAI) - A mordida dada no zagueiro italiano Chiellini e a punição imposta pela Fifa não desanimaram o Barcelona a brigar pelo astro charrua. O atacante só poderá voltar a campo em novembro. O arrependimento do celeste foi um momento chave para o clube catalão se aproximar do astro dos Reds. Valor de mercado: 52 milhões de euros (R$ 156,9 milhões).

Balotelli (ITÁLIA) - Polêmico, Balotelli pode ser um jogador temperamental, mas sabe vender a imagem. O bad boy está cotado para substituir Suárez no Liverpool caso o uruguaio acerte a ida para o Barcelona. Na última temporada, Balotelli andou se desentendendo no Milan e na própria Azzurra.


Balotelli garantiu a vitória da Azzurra sobre a Inglaterra (Foto: Odd Andersen/AFP)