icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
08:08

Focas e pinguins viraram tema da hora neste início de semana na internet. Isso porque, de acordo com a publicação na revista 'Polar Biology', focas e pinguins da Ilha Marion - uma das Ilhas do Príncipe Eduardo, localizada no Atlântico Sul - estariam se envolvendo numa confusa relação. O caso ganhou as redes sociais e os internautas estão postando diversas montagens e trocadilhos sobre os animais.

Trocadilhos à parte, uma foca se envolver com outro animal não é novidade em terras brasileiras. Em 2005, na Toca da Raposa, surgiu um 'Foquinha' que também chamou a atenção dentro dos gramados. O meia-atacante Kerlon, visto como uma das grandes promessas do futebol brasileiro que, no entanto, jamais se firmou e foi parar, quem diria, no Weymouth Wales, em Barbados.

Habilidoso, Kerlon ganhou o apelido de 'foquinha' em razão de sua marca registrada: drible com embaixadas usando a cabeça. Foi num lance desses que o "Foca" bateu de frente com Coelho. A Raposa vencia por 4 a 3 o rival Atlético-MG, em jogo válido pela 26ª rodada do Brasileirão de 2007. Numa jogada de ataque, lá veio foca para cima do Coelho, que não gostou e entrou duro.



Ainda assim, quem se deu mal foi o Coelho, expulso pelo árbitro Rogério Roman. Houve ainda um início de tumulto, com os jogadores atleticanos partindo para cima do habilidoso Foca, considerando que houve abuso...

E MAIS:
> Diretor do Cruzeiro justifica preço alto do ingresso atleticanos
> LANCE DE CRAQUE: internauta faz gola à la Messi

Passada a confusão, Foca ganhou o mundo, atuando na Itália e Holanda, onde sofreu uma grave lesão que o afastou dos gramados por vários meses. Em julho de 2010 reapareceu na Itália, defendendo a Internazionale, mas sua performance não era a mesma. Chegou a atuar no Paraná Clube, em 2011. Não rendeu.

Distante da gelada Ilha Marion, nosso Foca foi tentar a sorte em Barbados, nos trópicos, vestindo a camisa do desconhecido Weymouth Wales.