icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2013
14:34

Em sua segunda final de Grand Slam, Marcelo Melo foi superado pelos irmãos Bryan em Wimbledon, neste sábado. Em Londres (ING), ele foi derrotado ao lado do croata Ivan Dodig por 3 sets a 1, de virada, parciais de 6-3, 3-6 e 4-6 e 4-6.

A primeira decisão de Grand Slam de Melo foi em 2009, quando ele foi vice-campeão nas duplas mistas em Roland Garros. A vitória dos americanos marcou o Golden Slam da dupla, que conquistou seu 15º título em torneios desta categoria.

- Apesar de não ter vencido a partida, avalio que jogamos muito bem. Os Bryans demoraram mais para entrar no jogo e depois eles aproveitaram melhor as oportunidades. Estar em uma final de Grand Slam é uma sensação indescritível. Essas duas semanas em Wimbledon foram muito especiais. Estou feliz pelo feito histórico e pelo tênis brasileiro que levou dois finalistas a um dos principais torneios do mundo. Acho que isso é muito importante para o esporte no país - disse Melo.

Agora, o Brasil segue com chances de títulos no Grand Slam com Bruno Soares. Campeão nas duplas mistas no Aberto dos EUA, ele tentará repetir o feito neste domingo, quando encara o canadense Daniel Nestor e a francesa Kristina Mladenovic, ao lado da americana Lisa Raymond.

Em sua segunda final de Grand Slam, Marcelo Melo foi superado pelos irmãos Bryan em Wimbledon, neste sábado. Em Londres (ING), ele foi derrotado ao lado do croata Ivan Dodig por 3 sets a 1, de virada, parciais de 6-3, 3-6 e 4-6 e 4-6.

A primeira decisão de Grand Slam de Melo foi em 2009, quando ele foi vice-campeão nas duplas mistas em Roland Garros. A vitória dos americanos marcou o Golden Slam da dupla, que conquistou seu 15º título em torneios desta categoria.

- Apesar de não ter vencido a partida, avalio que jogamos muito bem. Os Bryans demoraram mais para entrar no jogo e depois eles aproveitaram melhor as oportunidades. Estar em uma final de Grand Slam é uma sensação indescritível. Essas duas semanas em Wimbledon foram muito especiais. Estou feliz pelo feito histórico e pelo tênis brasileiro que levou dois finalistas a um dos principais torneios do mundo. Acho que isso é muito importante para o esporte no país - disse Melo.

Agora, o Brasil segue com chances de títulos no Grand Slam com Bruno Soares. Campeão nas duplas mistas no Aberto dos EUA, ele tentará repetir o feito neste domingo, quando encara o canadense Daniel Nestor e a francesa Kristina Mladenovic, ao lado da americana Lisa Raymond.