icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
18:14

As ofensas racistas recebidas pelo volante Arouca após a vitória por 5 a 2 sobre o Mogi Mirim dominaram a pauta do Santos nesta sexta-feira. Em entrevista coletiva, o meia Lucas Lima comentou sobre o assunto e relatou como o companheiro reagiu aos xingamentos.

O armador, que deve ser titular domingo, contra o Oeste, lamentou o fato de atitudes racistas serem comuns no Brasil.

- É vergonhoso. Falamos que aqui não tem, mas é um dos lugares que mais existe (racismo). Presenciar isso na época que estamos é vergonhoso, mostra falta de educação - afirmou.

O jogador foi escolhido para o exame anti-doping após a vitória contra o Mogi e encontrou Arouca no local. No entanto, ele diz que só ficou sabendo das ofensas contra o jogador depois.

- Descobri no ônibus. A equipe está do lado dele. Ninguém gosta de ouvir o que ele ouviu, mas estamos aqui para dar apoio, ele é um cara experiente, um cara tranquilo, sabe de seu caráter, de seus objetivos... É claro que chateia, mas bola para frente. Infelizmente ainda acontece essas coisas no mundo em que estamos - opinou.

Após ato de racismo, Arouca desabafa sobre episódio