icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
29/07/2014
12:54

O meia Jorge Wagner, que acertou sua rescisão contratual com o Botafogo na semana passada, esteve na manhã desta terça-feira no Engenhão para se despedir dos companheiros. O apoiador, de 35 anos, reconheceu que os constantes atrasos no pagamento dos salários pesaram na decisão dele em deixar o clube carioca para retornar ao Japão, onde atuará por um ano no Kashima Antlers.

- Desde que cheguei, estamos convivendo com isso e atrapalha o time, o elenco. Por mais que afirmemos que não atrapalha, nunca estamos totalmente focados, sempre estamos comentando alguma coisa... Essa coisa de o jogador estar conversando com a diretoria para cobrar, o jogador acaba dividindo as atenções. Sei do esforço da diretoria e torço para que coloquem tudo em dia e que os jogadores possam desempenhar o melhor futebol - afirmou Jorge, em entrevista coletiva.

Na próxima sexta ou no sábado, o jogador viaja para o Japão para se apresentar ao Antlers, rival do antigo clube do jogador, o Kashiwa Reysol, onde jogou por três anos, antes de acertar com o Botafogo. O contrato do jogador com o clube japonês terá duração de um ano, mas a intenção do apoiador é de jogar ainda mais duas ou três temporadas.

- Pela característica do futebol, pela minha idade, e porque lá terei mais chances de jogar por mais tempo, decidi acertar o contrato. Tenho um reconhecimento muito grande do torcedor japonês e uma oportunidade assim não poderia deixar passar. Estou triste por deixar os companheiros, mas sei do potencial deles e vou torcer por eles - disse.