icons.title signature.placeholder Carlos Alberto Vieira e Thiago Correia
05/07/2014
16:45

Neymar, que sofreu uma fratura em uma vértebra e está fora da Copa do Mundo, já não está mais com o grupo da Seleção Brasileira. O jogador deixou a Granja Comary e foi para a sua casa no Guarujá, onde vai fazer a próxima etapa da recuperação. Em entrevista coletiva neste sábado, José Luiz Runco, chefe do departamento médico do Brasil, disse que essa foi uma decisão do próprio camisa 10.

- Acho que toda vez que tem um jogador que se vê obrigado a não competir, essa definição é muito mais do atleta. E a pedido dele, pediu para ir para casa, vai se sentir confortável, e estar com o grupo, se puder, nos momentos mais juntos, que seria na hora do jogo - disse Runco, para depois falar sobre a possibilidade de Neymar assistir aos próximos jogos da Seleção dos estádios:

- Tudo depende do quadro dele. Se ele estiver sem dor e sentindo confortável, nada é proibido em relação a ver o jogo lá. Não vai comprometer em nada. Mas ele vai ter que ficar sentado, confortável para andar de avião. Se estiver bem, não vejo problema. Só o tempo dirá se é possível. Essa lesão não vai atrapalhar a vida dele nem como jogador, nem como ser humano.


Runco falou ainda sobre o momento de dar a notícia ao jogador. Afirmou que não só Neymar, como também os médicos, ficaram muito emocionados, e ainda lembrou de outro momento duro de dar esse tipo de informação:

- Os mais dificeis foram a dele e o corte do Emerson em 2002, quando tinha o objetivo de ser campeão e era capitão. E o Neymar de ser campeão tão jovem... Foi coisa abrupta, outras situações de corte em competições menores, como Copa América e Copa das Confederações, é mais fácil, porque a repercussão é menor. Copa é bem mais forte.

O médico ainda deixou claro que já está em contato com os profissionais do Barcelona, clube de Neymar:

- O doutor Daniel Medina, que temos bom relacionamento desde a época em que Neymar operou as amígdalas, ainda no estádio entrou em contato, passamos as informações. Eles estão bastante tranquilos. Eles vão ter as imagens para que possam confirmar. O Neymar não é um jogador da Seleção. Ele é do Barcelona que presta serviços, então temos que dar satisfação.