icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes e Maurício Oliveira
03/06/2014
17:52

O presidente da CBF, José Maria Marin, e o governador de Goiás, Marconi Perillo, ambos principais responsáveis pelo amistoso da Seleção Brasileira em Goiânia, assistiram ao jogo da tribuna de honra do Serra Dourada. O vice Marco Polo Del Nero, já eleito sucessor de Marin, não compareceu, mas foi representado por seu vice na Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos.

Questionado sobre o acordo com o governador para levar a Seleção à Goiânia antes da Copa, Marin não quis se pronunciar.

– Só falo de Seleção! – disse, mudando o foco e abrindo os braços para abraçar a cantora Roberta Miranda, também presente na tribuna e no camarote da CBF.

– Ninguém no Brasil pode desconhecê-la, é uma musa – afirmou o presidente da CBF. A cantora riu e fez "selfie" ao lado dele com o celular.

O amistoso da Seleção contra o Panamá em Goiânia paga uma "dívida" da CBF com a cidade e o estado de Goiás, que ficaram fora da lista de 12 cidades-sedes da Copa.