icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/04/2014
17:24

A quarta-feira, dia 30 de abril de 2014, não ficará marcada no Figueirense apenas como o dia em que o clube anunciou a demissão do técnico Vinícius Eutrópio e, logo na sequência, a contratação de Guto Ferreira para o cargo. Em reunião com a diretoria do Alvinegro, o volante Marcos Assunção, de 37 anos, pediu para rescindir o seu contrato com o clube, sendo atendido. Eutrópio havia sido decisivo para a sua chegada ao Figueira.

Marcos Assunção foi confirmado como jogador do Figueirense no dia 10 de janeiro deste ano, tendo sido apresentado na semana seguinte. A sua estreia pelo Furacão catarinense aconteceu no dia 3 de fevereiro, na vitória diante do Metropolitano, por 3 a 2. Ele foi importante na conquista do Campeonato Catarinense deste ano, era o responsável pelas bolas paradas do time e deixa o clube após marcar dois gols em 15 partidas.

A saída de Marcos Assunção também pode ter ligação com a chegada de Guto Ferreira. No ano passado, o treinador, então à frente da Portuguesa, teria vetado a contratação do volante, que não vinha atuando pelo Santos. O Figueirense anunciou o fim da passagem do jogador pelo clube como uma decisão "em comum acordo".

Veja abaixo a nota divulgada no site do Figueirense

Em uma reunião na tarde desta quarta-feira com o departamento de futebol ficou decidido em comum acordo que o meia Marcos Assunção não defenderá mais as cores do Figueirense na temporada 2014.

A diretoria do Figueirense agradece todo o esforço e empenho demonstrado pelo atleta nas partidas em que defendeu a camisa do Clube.