icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/03/2014
18:41

Da última vez que jogou fora de casa pela Libertadores, o Cruzeiro voltou a lembrar a dificuldade que é ser visitante neste torneio. Pois é o obstáculo de vencer campos pequenos e adversários aguerridos que Marcelo Oliveira terá ao comandar o Cruzeiro diante do Defensor do Uruguai, na próxima terça-feira, em Montividéo.

- Infelizmente vamos jogar em um campo acanhado, sem muita estrutura, situação que é muito usada nesta fase da Libertadores. Mas a gente já sabia disso e tem de superar isso. Mas o mais difícil será o Defensor e nos preparamos muito para esta Libertadores e vamos com expectativa grande de vencer - disse o treinador.

O comandante já expressou sua preocupação em relação ao adversário, tendo estudado a equipe uruguaia por vídeos e tirado como conclusão um time forte na marcação e que joga muito pelos lados: 'semelhante ao Cruzeiro'.

- Vi um grande material do Defensor, uma equipe rápida, muito forte, tem uma bola aérea forte, equipe que marca muito, joga semelhante ao Cruzeiro, com dois jogadores abertos, a gente vai ter dificuldades - afirmou Oliveira, pedindo mobilização para os atletas irem atrás de uma vitória que pode ser vital para a classificação às oitavas:

- Mas estamos preparados, vamos nos mobilizar muito, pois é fundamental uma vitória lá.

O Cruzeiro pode atingir a liderança isolada do grupo. Ele vem de goleada por 5 a 1 contra Universidad de Chile, depois de perder para o Real Garcilaso no Peru, em sua estreia.