icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
00:24

Em sua primeira participação na Copa do Brasil, o Salgueiro (PE) chegou às oitavas de final. O último passo da caminhada foi nesta terça-feira, no empate em 1 a 1 com o Criciúma, no Heriberto Hülse.

O time saiu perdendo no primeiro tempo, mas conquistou a vaga com o gol de Fabrício Ceará, aos 41 minutos do segundo tempo. O técnico Marcelo Chamusca comentou a conversa que teve com os jogadores no intervalo da partida.

- O time deles veio para cima e abriram o placar na primeira etapa, mas o grupo estava consciente de que podia render mais na etapa final, por esse motivo poupamos alguns atletas no fim de semana, para que todos estivessem 100% nesta partida. No intervalo, eu disse que era possível reverter o placar, mas para isso era preciso acreditar. O time ficou um pouco exposto, o que é natural, mas conseguimos marcar e garantir a classificação - disse o treinador, que ainda mostrou orgulho de participar da campanha histórica do clube, que já eliminou o Boa (MG) e o Vitória:

- Estou muito feliz por tudo que aconteceu aqui nesta partida, sabemos como o torcedor se envolve e é muito bom poder estar neste grupo e fazer parte da história do Salgueiro.

O Carcará do Sertão volta a campo no domingo, às 16h, para enfrentar o Ypiranga-AP, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Pela Copa do Brasil, o clube espera o sorteio da CBF para conhecer seu próximo adversário.

Em sua primeira participação na Copa do Brasil, o Salgueiro (PE) chegou às oitavas de final. O último passo da caminhada foi nesta terça-feira, no empate em 1 a 1 com o Criciúma, no Heriberto Hülse.

O time saiu perdendo no primeiro tempo, mas conquistou a vaga com o gol de Fabrício Ceará, aos 41 minutos do segundo tempo. O técnico Marcelo Chamusca comentou a conversa que teve com os jogadores no intervalo da partida.

- O time deles veio para cima e abriram o placar na primeira etapa, mas o grupo estava consciente de que podia render mais na etapa final, por esse motivo poupamos alguns atletas no fim de semana, para que todos estivessem 100% nesta partida. No intervalo, eu disse que era possível reverter o placar, mas para isso era preciso acreditar. O time ficou um pouco exposto, o que é natural, mas conseguimos marcar e garantir a classificação - disse o treinador, que ainda mostrou orgulho de participar da campanha histórica do clube, que já eliminou o Boa (MG) e o Vitória:

- Estou muito feliz por tudo que aconteceu aqui nesta partida, sabemos como o torcedor se envolve e é muito bom poder estar neste grupo e fazer parte da história do Salgueiro.

O Carcará do Sertão volta a campo no domingo, às 16h, para enfrentar o Ypiranga-AP, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Pela Copa do Brasil, o clube espera o sorteio da CBF para conhecer seu próximo adversário.