icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/07/2013
18:48

Magrão, volante de 34 anos, é cara nova no Náutico para o restante da temporada. O jogador, que chegou ao Timbu na metade do mês passado, será uma das lideranças do elenco alvirubro e participou do amistoso no último sábado, que terminou em vitória da sua equipe por 2 a 1, contra o ABC de Natal. No duelo, ele marcou o primeiro gol pelo novo clube. Magrão frisa que quer fazer valer o investimento realizado e diz estar confiante no seu retorno ao futebol brasileiro.

- Atuei 45 minutos contra o ABC e mesmo tendo marcado um gol saí no intervalo. Quero, logicamente, atender as expectativas dos torcedores e dirigentes, mas tenho consciência de que as coisas devem ser feitas com responsabilidade. Eu me senti bem em campo, creio que o futebol daqui tem mais espaço para jogar. Estou muito confiante - disse.

O volante fez parte da equipe vice-campeã da Copa João Havelange em 2000, pelo São Caetano. As exibições de Magrão agradaram ao Palmeiras, e ele foi contratado pelo clube no ano seguinte. No Verdão, o jogador foi destaque no elenco campeão da Série B de 2003. O atleta coleciona passagens por outros grandes clubes do Brasil, como Internacional e Corinthians. Fora do país, atuou pelo Yokohama Marinos, do Japão e por dois clubes dos Emirados Árabes: Al-Wahda e Dubai Club - sua última experiência antes de ser contratado pelo Timbu. Segundo o jogador, a volta ao Brasil estava nos planos desde o ano passado.

- Estava no exterior há quatro anos e desde meados de 2012 já tinha decidido que retornaria pra cá. Queria ficar perto da minha família, e felizmente tive a oportunidade de escolher um clube com ótima estrutura, e que possui agora um estádio de primeiro mundo. Estou muito satisfeito e agora meu foco está numa readaptação tranquila - completou Magrão.

O Náutico está na penúltima posição do Campeonato Brasileiro, e joga neste sábado, contra a Ponte Preta, para tentar escapar da zona de rebaixamento.

Magrão, volante de 34 anos, é cara nova no Náutico para o restante da temporada. O jogador, que chegou ao Timbu na metade do mês passado, será uma das lideranças do elenco alvirubro e participou do amistoso no último sábado, que terminou em vitória da sua equipe por 2 a 1, contra o ABC de Natal. No duelo, ele marcou o primeiro gol pelo novo clube. Magrão frisa que quer fazer valer o investimento realizado e diz estar confiante no seu retorno ao futebol brasileiro.

- Atuei 45 minutos contra o ABC e mesmo tendo marcado um gol saí no intervalo. Quero, logicamente, atender as expectativas dos torcedores e dirigentes, mas tenho consciência de que as coisas devem ser feitas com responsabilidade. Eu me senti bem em campo, creio que o futebol daqui tem mais espaço para jogar. Estou muito confiante - disse.

O volante fez parte da equipe vice-campeã da Copa João Havelange em 2000, pelo São Caetano. As exibições de Magrão agradaram ao Palmeiras, e ele foi contratado pelo clube no ano seguinte. No Verdão, o jogador foi destaque no elenco campeão da Série B de 2003. O atleta coleciona passagens por outros grandes clubes do Brasil, como Internacional e Corinthians. Fora do país, atuou pelo Yokohama Marinos, do Japão e por dois clubes dos Emirados Árabes: Al-Wahda e Dubai Club - sua última experiência antes de ser contratado pelo Timbu. Segundo o jogador, a volta ao Brasil estava nos planos desde o ano passado.

- Estava no exterior há quatro anos e desde meados de 2012 já tinha decidido que retornaria pra cá. Queria ficar perto da minha família, e felizmente tive a oportunidade de escolher um clube com ótima estrutura, e que possui agora um estádio de primeiro mundo. Estou muito satisfeito e agora meu foco está numa readaptação tranquila - completou Magrão.

O Náutico está na penúltima posição do Campeonato Brasileiro, e joga neste sábado, contra a Ponte Preta, para tentar escapar da zona de rebaixamento.