icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
16:48

Depois de passar um mês preso após um incidente onde invadiu uma academia armado e ameaçou diversas pessoas, Thiago Silva, enfim, recebeu uma boa notícia. O juiz do caso concedeu fiança ao atleta, e o brasileiro foi solto ela Justiça da Flórida. A decisão não é definitiva, apenas permite que Thiago aguarde em liberdade o novo julgamento que deve acontecer na semana que vem. 

A informação foi divulgada primeiramente por Scott Saul, advogado do lutador, em sua conta no Twitter. A mensagem logo se espalhou entre os amantes do mundo das lutas que reagiram ao anúncio.

- Thiago Silva será colocado em liberdade. Lutei por um homem que foi acusado. Ele é presumidamente inocente e devia estar fora da cadeia desde o início - publicou Saul.

Segundo o site TMZ, o valor da fiança foi de 25 mil dólares, já pagos pelo lutador pela liberdade temporária. O atleta ainda terá de ficar recluso em sua casa, onde será monitorado frequentemente. O juiz ainda decretou que Silva está proibido de chegar perto de sua ex-mulher ou de Pablo Popovitch. Exame surpresas também serão feitos para fiscalizar os níveis de álcool e drogas no organismo do lutador.

A prisão de Thiago Silva aconteceu no dia 7 de fevereiro. Após invadir uma academia na Flórida (EUA), o lutador ameaçou várias pessoas à mão armada. Entre elas, sua ex-mulher, Thaysa Silva e Pablo Popovitch, apontado como pivô da separação do casal e atual namorado de Thaysa. O brasileiro foi acusado por porte ilegal de arma e resistência à prisão sem violência. O UFC, último evento onde o atleta se apresentou, optou por baní-lo da organização.