icons.title signature.placeholder Guilherme Cardoso
26/04/2014
08:08

O brasileiro Luciano Corrêa entra no tatame hoje, em Guaiquil (EQU), em busca de dois objetivos. Além de lutar pelo título do Campeonato Pan-Americano, o judoca quer manter a invencibilidade em 2014. Até agora, ele conquistou oito vitórias em oito combates.

Aos 31 anos, o meio-pesado (categoria até 100kg) vive um dos melhores momentos de sua carreira. Em duas competições na temporada, foram duas medalhas de ouro, no Aberto de Oberwart (POL) e no Grand Prix de Dusseldorf (2014).

– As duas competições que tive no início do ano foram ótimas, deu para perceber que o desempenho do meu treinamento tem sido bacana – afirmou o brasileiro.

– É um Campeonato Pan-Americano bem equilibrado. Tem outro atleta do Brasil, competidores dos Estados Unidos, Canadá, Cuba... Então, não dá para saber quem são os adversários, mas acho que são seis ou sete atletas disputando esse pódio. Tem de entrar bem focado para dar tudo certo – completou.

Além de Corrêa, outros dez brasileiros vão lutar hoje no Equador em busca de uma medalha de ouro: Victor Penalber (até 81kg), Tiago Camilo (até 90kg), Rafael Buzacarini (até 100kg), Rafael Silva (mais de 100kg), David Moura (mais de 100kg), Mariana Barros (até 63kg), Maria Portela (até 70kg), Samanta Soares (até 78kg), Maria Suelen Altheman (mais de 78kg) e Rochele Nunes (mais de 78kg).