icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/11/2014
18:53

Revelado pelas categorias de base do Cruzeiro, Lucas Silva alcançou, neste domingo, após a partida contra o Goiás, o segundo título brasileiro consecutivo pelo clube de Belo Horizonte. O volante foi novamente um dos pilares da conquista, embora viva um momento de instabilidade nas partidas mais recentes da Raposa.

– Tive pequenos altos e baixos, mas eu deixei o campo nos últimos jogos por opção do Marcelo mesmo. Ele disse que sou um jogador importante e que vai precisar de mim nesta reta final. Então, estou tranquilo, acato sempre a decisão do treinador – afirmou, ao LANCE!Net.

Aos 21 anos, o meio-campista ainda pode defender a Seleção Brasileira durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Ele aposta na experiência para alcançar este feito.

– É muito importante, porque tão novo e já conquistando títulos importantes, atuando em jogos decisivos, inclusive da Libertadores. Eu me sinto privilegiado por ser campeão mineiro e brasileiro tão jovem. É uma situação muito boa estar em um grande clube como o Cruzeiro e em destaque – declarou.

Após o troféu nacional, neste fim de semana, Lucas Silva pode alcançar um feito ainda mais histórico. Na decisão da Copa do Brasil, diante do arquirrival Atlético-MG, ele pode participar de forma atuante de mais uma Tríplice Coroa da história cruzeirense.

– É fundamental também pelo sentido que a gente quer fazer história, pelo elenco que a gente tem. É difícil chegar a esta idade, tão jovem e alcançar uma marca histórica pelo Cruzeiro. Só são lembrados jogadores com títulos, estamos em busca disso – disse.

O bom momento pelo Cruzeiro acarretou nos interesses de Inter de Milão, Manchester United, Milan e Real Madrid. Estar na lista de possíveis contratações deste quarteto anima o jogador, que não descarta sair do Brasil.

– Até o momento não teve nada de concreto, somente especulação e interesse mesmo. Se surgir alguma coisa boa, algo interessante para mim e para o Cruzeiro – comentou o atleta.