icons.title signature.placeholder Luiz Signor e Vinícius Faustini
01/11/2014
12:35

Longevidade de um técnico à frente de uma equipe do futebol brasileiro não é algo comum. O que dizer de um treinador que comanda um time desde o dia 21 de abril de 2011, um recorde entre os 101 times das quatro divisões? O nome dele é Claudio Tencati, de 41 anos, o responsável, só neste ano, por levar o Londrina ao título do Paranaense – findando jejum de 22 anos – e ao acesso à Série C. O foco agora é buscar a final da Série D. Neste sábado, a partir das 19h, no Estádio do Café, o Tubarão precisará vencer o Brasil de Pelotas por pelo menos 2 a 0 para alcançar esse novo feito.

Após atuar em diversas funções no Cianorte (veja abaixo), Tencati não teve o tempo esperado no Paranavaí, em 2009, e acabou demitido. Quatro meses depois, ele foi convidado por Sérgio Malucelli e Gilberto Pereira, gestor e técnico do Iraty, respectivamente, para assumir a base do clube. Tencati obteve sucesso e, em 2011, seguiu com Malucelli, que, através da sua empresa, a SM Sports, deixara o Iraty para assumir a gestão do Londrina. Nascia a parceria mais duradoura, até hoje, entre um técnico e um clube do Brasil.

– O fundamental é a questão da ligação. Do gestor do clube, que comanda o clube, o Sérgio Malucelli, com a comissão técnica. A gente tem um elo direto. Qualquer coisa que é muito bem julgada aqui, muito bem conversada. Tudo é tratado com frieza aqui – destacou Claudio Tencati ao LANCE!Net, antes de completar:

– Mas não adianta: projeto, sem resultado, não tem jeito. Um coisa que temos que colocar na cabeça: revelar jogadores e ter resultados. Essa foi a grande sustentação do projeto que deu confiança para nós, da comissão técnica, a ter essa credibilidade junto à direção do clube, principalmente com o presidente Sérgio Malucelli.

A relação de 42 meses, no entanto, quase terminou no Paranaense deste ano, mas Tencati garantiu que a classificação às quartas de final do Estadual viria. O time precisa vencer o Coritiba para avançar às quartas de final da competição. Uma derrota faria a equipe lutar contra o rebaixamento. Como o momento de dúvida terminou? Com título!

– Pensei mesmo em trocar o treinador, mas conversamos, acreditamos no trabalho dele e deu certo. Você precisa acreditar. Eu acreditei – disse Sérgio Malucelli, ao L!Net.

A CARREIRA DE CLAUDIO TENCATI

CIANORTE
Tencati atuoava na base do então Cianorte Esporte Clube (hoje Cianorte Futebol Clube), mas não conseguiu ascender ao time principal. Entre 1997 e 2002, foi o responsável pela área no clube. Na sequência, foi técnico na base até 2005.e, após ser auxiliar e interino, foi o treinador do time principal (2006-2008)

PARANAVAÍ E IRATY
Iniciou um projeto no Paranavaí, mas, no início do Estadual de 2009, acabou demitido. Após quatro meses afastado do futebol, foi convidado para ser o coordenador e técnico das categorias de base do Iraty. No ano seguinte, o clube conquistou o Campeonato Paranaense sub-20 e a Copa Tribuna sub-18.

LONDRINA
Está à frente do Londrina desde o dia 21 de abril de 2011. Time voltou à elite estadual graças ao título da Divisão de Acesso (Segundona) de 2011, foi campeão do Interior (2013), levou o Paranaense deste ano e garantiu acesso à Série C-2015. Agora, busca o título da Série D.