icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
01/07/2014
12:30

Além do recorde de gols em Copas do Mundo, que Klose conseguiu atingir no empate por 2 a 2 com Gana na primeira fase, igualando Ronaldo - ambos com 15 gols -, o atacante da Alemanha perseguia outro feito neste Mundial: ser o jogador da seleção que mais partidas disputou em Copas. O sonho, no entanto, acabou depois que ele ficou apenas no banco na vitória por 2 a 1 sobre a Argélia, nesta segunda-feira.

O atacante começou o torneio no Brasil com 19 jogos em Copas. Se a seleção chegasse ao menos à semifinal, seriam sete jogos a serem disputados nesta edição. Se Klose entrasse em todos, ele chegaria a 26, superando os 25 jogos de Lothar Matthäus, capitão da Alemanha na conquista da Copa de 1990.

Já na estreia, ele ficou apenas no banco na goleada por 4 a 0 sobre Portugal, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com isso, poderia somente igualar o recorde de Matthäus.

No empate por 2 a 2 com Gana, ele entrou no segundo tempo quando os alemães perdiam por 2 a 1. Com dois minutos em campo, ele aproveitou o desvio de cabeça de Höwedes após um escanteio e escorou para empatar a partida e entrar para a história.

No duelo seguinte, diante dos Estados Unidos, ele entrou no intervalo no lugar de Podolski. Desta vez, no entanto, teve atuação apagada, sem conseguir sair da marcação dos zagueiros e ficando por diversas vezes isolado na frente.

Já no último jogo, contra a Argélia, o técnico Joachim Löw preteriu Klose por outros jogadores. A primeira substituição foi Schürrle no lugar de Götze. No fim, ele seria um dos heróis da vaga ao abrir o placar na prorrogação. Depois, entraram Khedira no lugar de Mustafi, por conta de lesão, e Kramer no lugar de Schweinsteiger, no segundo tempo da prorrogação.

Com isso, Klose só poderá chegar a 24 jogos pela Alemanha em Copas do Mundo, caso a seleção passe da França e ele entre em todos os próximos duelos. O recorde de jogos já é passado. O de gols, ainda é possível. Se cuida, Ronaldo.