icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2014
14:06

Pela oitava vez, o Cruzeiro visitou o Atlético-MG no Independência e não conseguiu sair do Horto com uma vitória. Os 2 a 0 impostos pela equipe de Levir sobre o rival serviram como mais uma prova da mística do Galo no Horto. Em oito jogos contra a Raposa, cinco triunfos e três empates. Ao final da partida, já em sua coletiva de imprensa, Levir citou a combinação time e torcida que tem rendido muitas alegrias aos atleticanos.

- Há quem nos empurre para frente, que é a torcida. Com toda essa situação de ingressos, nos só temos 23 mil ingressos no Independência, a torcida estava junto e dá uma força muito grande para nós. Os jogadores encorporaram essa situação e estão dando um show. Eles estão dando o máximo - falou Levir.

MAIS:
> Atlético-MG vence Cruzeiro e abre boa vantagem na final
> Atleticanos comemoram 'rara vantagem' na Copa do Brasil
> Após triunfo, Kalil dispara: 'maior mandante do mundo'

- Os números do Atlético no Independência são fantásticos. Talvez seja o clube no mundo entre os três melhores em casas. É algo muito significativo. Então isso não é algo normal. Um relacionamento com o torcedor, com o estádio que traz um astral, uma atmosfera muito favorável. A diretoria, neste momento, fala mais alto - acrescentou o treinador, dando razão ao presidente Alexandre Kalil, que defendeu a utilização do Horto para mandar a partida.

Com a vantagem feita em casa, o Atlético-MG se prepara, agora, para pegar o Cruzeiro no Mineirão. A torcida não será mais a mesma, desta vez, em torno de quatro mil alvinegros, mas o treinador aposta nas últimas e boas partidas no Gigante da Pampulha.

- Agora vai ser o Mineirão o jogo, e,felizmente, temos tido bons resultados lá. E precisamos completar mais um para vencer a Copa do Brasil - acrescentou.