icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/06/2014
10:05

O revés no Morumbi e sequer a falha de Giovanni no final do jogo tiraram a boa impressão que Levir Culpi teve do Atlético-MG diante do São Paulo, na noite do último sábado. O Galo saiu de campo com a derrota por 2 a 1 e não vai iniciar a pausa para a Copa do Mundo entre os quatro melhores do Brasileiro, meta traçada pelos jogadores. Nada que tenha abalado a confiança e satisfação de Levir Culpi.

- Gostei da atuação dos jogadores e achei que poderíamos ter vencido o jogo. É um tipo de jogo que você vai para casa e dorme. Não digo isso pelo resultado, mas pela atitude dos jogadores, que podem dormir tranquilos - disse o treinador.

MAIS:
> Kalil e companhia saem em defesa do goleiro Giovanni
> Galo ainda deve trazer dois novos reforços para 2014

Questionado sobre a falha de Giovanni, já no final do jogo, Levir mostrou praticamente a reação dos jogadores do Galo e defendeu o goleiro, alegando ser algo comum na carreira de qualquer jogador e citando a importância da personalidade para superar o deslize.

- Pábon bateu bem forte na bola. Isso acontece com qualquer goleiro. E, se o goleiro não tiver personalidade para aceitar um erro, ele não vai conseguir jogar. Isso faz parte das nossas carreiras. Todos nós temos erros grosseiros. Mas amanhã é outro dia. Como no jogo passado, Giovanni aliviou nossa barra e fez grandes defesas. Por isso o futebol é emocionante por essas situações - completou.

Com falha de Giovanni, Atlético-MG perde para o São Paulo no Morumbi