icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/04/2014
03:30

Pretendendo utilizar um time misto ou até mesmo formado somente por jogadores reservas, o treinador do Cruzeiro Marcelo Oliveira deverá dar uma oportunidade aos atletas que tem sido pouco utilizados neste início do ano. Contra o Bahia, nesta tarde de domingo, o clube mineiro faz sua estreia no Brasileirão 2014, mas não deverá contar com o mesmo time que ganhou a edição passada com os pés nas costas. Em contrapartida, o duelo contra o tricolor de aço poderá ser a chance para a torcida azul ver o futebol de jogadores como Marlone desde o início do jogo, já que Elber segue se recuperando de uma lesão no olho.

- Esse grupo é bastante entrosado, claro que tem o caso do ritmo de jogo, quando fica partidas sem jogar, não pode falar que é a mesma coisa de quem vem jogando, mas todo mundo se conhece, se ajuda, volta para marcar, assim tem sido. Temos tudo para fazer um grande jogo independentemente de quem for começar - falou o meia, rejeitando a possibilidade da possível falta de ritmo entre os atletas dentro de campo.

Ciente de que o clube mineiro será um dos mais visados na disputa do Brasileirão, Marlone mostrou confiança em mais um bom ano do Cruzeiro e ressaltou a importância de manter o foco no trabalho para buscarmais um título nacional.

- O professor Marcelo (Oliveira) sempre fala em ambição e se possível, vamos tentar fazer melhor que no ano passado. Temos que estar sempre com esse pensamento. O grupo está focado e preparado para encarar mais um Brasileiro e, se Deus quiser, ser campeão de novo - acrescentou Marlone.