icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
24/07/2014
13:10

Depois de deixar escapar por muito pouco a conquista do cinturão dos meio-médios, em março, ao ser derrotado por Johnny Hendricks em disputa de título histórica e apertada, Robbie Lawler sabe exatamente o que tem de fazer para ter sua segunda chance e não deixá-la escapar novamente. Neste sábado, o americano enfrenta Matt Brown na luta principal do UFC que acontece em San Jose (EUA). Uma vitória contra o adversário conhecido como "Imortal" lhe garante uma chance pelo cinturão da divisão contra o próprio Hendricks, que no momento se recupera de lesão sofrida no duelo entre os dois.

Em entrevista ao LANCE!Net, Robbie falou sobre o aprendizado após o revés contra Johnny e garantiu que, caso vença Brown, pretende esperar pela recuperação de Hendricks mesmo sabendo que após cirurgia no bíceps o campeão só deve voltar a lutar em dezembro ou janeiro de 2015.

- Aquela luta significou muito para mim. Fiquei muito triste, mas tinha de passar por aquilo. Aprendi que temos de ser melhores em tudo. Naquele dia ele foi melhor no que fez. Sei que farei melhor na próxima e vou apagar o que aconteceu na primeira luta. Não pretendo lutar de novo. Pode ter certeza de que vou esperar por ele. Eu sou o cara a enfrentá-lo na próxima disputa de título - declarou o lutador, em conversa por telefone com a reportagem.

Mas antes de pensar na revanche com o campeão, Lawler tem uma tarefa difícil ao enfrentar Matt Brown. O "Imortal" vem de uma sequência de sete vitórias consecutivas e, assim como Robbie, tem um estilo agressivo de lutar. O que isso significa? Pelo menos para Lawler, a luta não vai durar os cinco round's previstos.

- Acho que o maior perigo que o Matt Brown oferece é que ele é mais perigoso quando coloca pressão em você. Mas treinei muito bem para isso. Estou preparado e vou chegar muito bem. Se vai durar cinco round's? (risos) Eu duvido. Acho que acaba pelo terceiro ou quarto. Sei que ele vem para a briga e eu também vou para finalizar - explicou o atleta, que vem de vitória por nocaute contra Jake Ellenberger, em maio.

Matt Brown e Robbie Lawler se enfrentam neste sábado (FOTOS: UFC)

Em sua caminhada rumo ao topo, Lawler tem o apoio de diversos brasileiro. Na American Top Team, o lutador recebe o suporte de nomes como Gleison Tibau, Antônio Pezão, Glover Teixeira, entre outros. Ele se diz "abençoado" por receber a ajuda tupiniquim.

- É muito legal ter esses caras comigo. Me sinto abençoado. Brasileiro são muito bons no jiu-jitsu, são caras legais. E se hoje estou lutando em alto nível, é por que eles me ajudam e ser melhor todos os dias - finalizou.

Além da luta entre Robbie Lawler e Matt Brown, o UFC de San Jose conta com cinco brasileiros em ação. Rogério Minotouro, Gilbert Durinho, Tiago Trator, Juliana Lima e Hernani Perpétuo se apresentam no show representando o Brasil.

Confira as lutas do evento
CARD PRINCIPAL

Robbie Lawler x Matt Brown
Anthony Johnson x Rogério Minotouro
Clay Guida x Dennis Bermudez
Josh Thomson x Bobby Green
CARD PRELIMINAR
Jorge Masvidal x Daron Cruickshank
Kyle Kingsbury x Patrick Cummins
Hernani Perpétuo x Tim Means
Brian Ortega x Mike de la Torre
Tiago Trator x Akbarh Arreola
Noad Lahat x Steven Siler
Gilbert Durinho x Andreas Stahl
Juliana Lima x Joanna Jedrzejczyk