icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
03/11/2014
18:13

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já sabe que o Allianz Parque, novo estádio do Palmeiras, foi vistoriado pela Polícia Militar nesta segunda-feira e considerado apto para receber partidas de futebol. A realização do jogo contra o Atlético-MG, sábado, depende da confecção rápida do laudo de segurança ou da disposição da entidade em liberar o local sem o documento em mãos, só com a palavra das autoridades.

O Estatuto do Torcedor exige que a venda de ingressos comece 72 horas antes da partida - portanto, na quarta-feira.

- O laudo vai sair na quarta ou na quinta-feira. Não tem como ser antes porque há uma série de formalidades, tem que ser montado com fotos... A garantia que temos é que foi feita a vistoria e o local reúne condições de jogo - disse o coronel Marcos Marinho, diretor de segurança e prevenção da Federação Paulista de Futebol, ao LANCE!Net.

- A CBF está informada da situação, mas normalmente eles cobram o laudo para liberar. Depende deles a confirmação desse jogo - acrescentou o coronel.

Se a entidade confirmar a mudança de local do Pacaembu para o Allianz Parque, apenas 27 mil dos 43.700 lugares do estádio estarão liberados. O prazo estabelecido pelo Estatuto do Torcedor para a mudança de local se encerrou na quarta-feira passada, mas o clube fez a solicitação a tempo.

Neste momento, o jogo está previsto para o Pacaembu, mas a venda de ingressos ainda não começou. Palmeiras e WTorre julgam ter feito todo o possível, dependendo agora das respostas de PM e CBF. Caso não haja liberação, a estreia na nova casa será contra o Sport, dia 20.