icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2013
17:04

Todos os jogadores do Palmeiras que foram questionados sobre o assunto posicionaram-se a favor da renovação do contrato de Gilson Kleina, que termina em 31 de dezembro. O lateral-esquerdo Juninho acredita, inclusive, que alguns dos líderes do grupo possam fazer pressão na diretoria para manter o técnico.

- Tenho certeza de que alguns jogadores com mais força dentro do grupo, como Henrique e Prass, possam estar conversando. Ninguém me falou em reunião, mas tenho certeza que a maioria quer o Gilson aí - disse o camisa 6, que negou a possibilidade de uma conversa de todo o elenco com o presidente Paulo Nobre e seus pares.

- Ainda não existiu uma reunião assim. Tenho certeza que todo o grupo gosta do Gilson, ele faz um excelente trabalho. Alguns jogadores não vão permanecer, então é difícil juntar todo mundo para exigir algo, então a gente prefere deixar que a diretoria faça esse planejamento - acrescentou.

Com Gilson Kleina, o Palmeiras já conseguiu, com seis rodadas de antecedência, a confirmação do acesso à Série A, principal objetivo da temporada. Nesta terça-feira, pode entrar em campo para enfrentar o Paysandu, em Belém, às 21h50 (de Brasília), já com a taça garantida. Basta que a vice-líder Chapecoense não vença o Paraná, fora de casa, às 19h30. Se a Chape vencer, o Verdão dependerá de um empate para sagrar-se campeão.

- O Kleina é um excelente treinador, na minha opinião. Eu gostaria muito que ele continuasse aqui, mas tenho certeza que a diretoria do Palmeiras vem trabalhando pelo melhor ano que vem - completou Juninho.