icons.title signature.placeholder Walace Borges
26/02/2015
08:02

Luxemburgo é um dos melhores técnicos do mundo no que diz respeito a criar ambientes propícios para que seus comandados rendam. Nesta quarta não foi diferente. Durante a semana o treinador deu um tom dramático, quase de guerra, para o duelo diante do Brasil de Pelotas. O Rubro-Negro respeitou demais o adversário e não venceu por mais gols porque realmente achou que os gaúchos tinham um grande time.

Durante a partida um colega da imprensa gaúcha me perguntava: o Flamengo é só isso? Repasso o questionamento para o técnico Vanderlei Luxemburgo. É necessário mesmo terminar a partida com quatro volantes diante do portentoso Brasil de Pelotas? No fim das contas ele vai dizer que a vitória era o que importava, mas ainda acho pouco para o time que se propôs a vencer tudo.

Se você deixa uma equipe pensar que é melhor do que realmente é, pode se complicar. Visto o fim do jogo em Pelotas. O Xavante passou quase 90 minutos sem fazer uma grande partida, mas em falta boba cometida por Pará e em falha de Paulo Victor, o gol inflamou a massa gaúcha. A vitória veio e provavelmente na cabeça de Luxemburgo a missão foi cumprida. Para mim é pouco, repito, muito pouco. Esperava mais!

Deixando o resultado de lado, acho que Vanderlei Luxemburgo não deva repetir a escalação de ontem nem mesmo em partidas mais enjoadas da Copa do Brasil ou do Carioca. A lentidão de Cáceres para sair jogando assusta. O paraguaio, que ano passado caiu como uma luva em um Rubro-Negro que brigava para não cair, não pode continuar com o mesmo status em um time que quer disputar, no mínimo, uma vaga na Libertadores. É preciso pensar grande e, para isso, o time vai ter que se impor mais!

O Flamengo venceu, mas não convenceu, deixando a decisão para o Maracanã. Se cairmos no ambiente criado por Luxemburgo acharemos que o Rubro-Negro saiu glorioso de uma batalha épica contra um poderoso adversário. Mentira. O time jogou mal, não se impôs e contou com erros do adversário. Espero que a coragem volte ao dia a dia do Pôfexô!