icons.title signature.placeholder Igor Siqueira e Thiago Correia
04/07/2014
16:46

Quando foi anunciada a escalação oficial da Alemanha e o camisa 11 estava entre os titulares, logo aumentou a expectativa para que Miroslav Klose pudesse balançar as redes da França e se tornar, sem a companhia de Ronaldo, o maior artilheiro da história das Copas do Mundo. Só que o calor bateu, o gol não saiu. Mas nem por isso o alemão está preocupado.

- Recorde? Que recorde? Para mim, o importante é que vençamos a semifinal e avancemos à final. O mais importante é que quando eu tiver a chance de fazer gol, eu faça - disse ele, após a vitória sobre os franceses por 1 a 0.

Klose, substituído aos 24 minutos do segundo tempo, deu uma razão para não ter aguentado o jogo inteiro.

- Fez muito calor hoje - disse ele, elogiando ainda o Maracanã:

- Em 2000 vim aqui de férias, vi o estádio antigo. Agora, continua sendo um estádio muito bom. Queremos voltar aqui (na final).

Klose chega à quarta semifinal de Copa do Mundo com a Alemanha. Qual o segredo para tanto sucesso em competições importantes?

- Não tem segredo. Acreditamos, temos um grande time. Temos força e temos que mostrar dentro de campo - finalizou.