icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
09:02

Chegou a hora de Bruno César ser titular com a camisa do Palmeiras. O técnico Gilson Kleina revelou que o meia fará parte da sua escalação nos dois próximos jogos do Verdão. No domingo, o adversário no Estadual será o Paulista, em São José do Rio Preto, por decisão do time de Jundiaí, mandante. Na próxima quarta, dia 12, o duelo será com Vilhena-RO, pela Copa do Brasil, em Rondônia.

- Pode acontecer e é o que queremos. Se não tivesse aquela expulsão (contra o Botafogo-SP), ele teria ritmo de jogo bem melhor do que está agora. Uma coisa é treinar e a otura é ritmo de jogo valendo três pontos. Espero utilizar o Bruno pela qualidade na articulação e tudo o que ele representa. Está dentro do projeto e que ele não faça só esse jogo de domingo, mas como o de quarta em Vilhena também.

Kleina não especificou no lugar de quem Bruno começará as partidas. A ideia da comissão técnica é poupar alguns atletas no fim de semana. Valdivia, desfalque na vitória sobre a Portuguesa por 1 a 0, nesta quinta, pode ser preservado - não foi divulgado o plano para o camisa 10, que defendeu a seleção chilena na derrota para a Alemanha, em Stuttgart, na quarta.

Opções à parte, Bruno César demonstra entusiasmo com a possibilidade de ganhar a sua primeira oportunidade desde o começo de um jogo. Até agora ele entrou no segundo tempo das partidas contra Ituano, Botafogo-SP (acabou expulso) e a Lusa.

- Querer ser titular eu quero, mas temos que respeitar o planejamento da comissão. Estou ansioso para sair jogando, espero ter sequência rapidamente, as finais do Paulistsa estão chegando. Agora seria ideal para isso acontecer.

Na próxima segunda-feira, o camisa 30 será julgado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJD-SP) pelo vermelho levado em Ribeirão Preto ante o Botinha. Uma possível suspensão seria cumprida no Estadual.

- O julgamento não preocupa, mas deixa ansioso para saber se vou pegar jogos. Muitas coisas aconteceram dentro de campo também que não posso falar. O árbitro é autoridade, tenho que respeitar. Tive uma atitude ruim, já reconheci, pedi desculpas para o grupo. Espero que não dê nada.