icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2013
20:16

O técnico do Palmeiras, Gilson Kleina, afirmou neste sábado, após a vitória do Verdão sobre o Ceará por 4 a 1, que irá decidir ainda nesta semana seu futuro no clube. Após ficar incomodado com a primeira proposta que recebeu para renovar, na qual teria um salário menor que o atual e ganharia bonificações por objetivos alcançados no ano, o treinador se reuniu em Campo Grande com o diretor-executivo do clube, José Carlos Brunoro, e recebeu uma nova oferta, que o deixou mais animado.

- Vamos conversar com o pessoal que me trouxe. Tem de ser de forma justa e tudo tem de ser feito com tranquilidade. O melhor acordo é quando é para os dois lados. Da semana que vem não passa (a decisão), é sim ou não - disse o comandante, que viu o time levantar a taça de campeão da Série B neste sábado.

A primeira proposta da diretoria foi dada pela falta de condições de bancar altos salários para o centenário. Hoje, os recebimentos de Kleina giram em torno de R$ 300 mil, e são considerados altos demais por muitos dentro do clube. Porém, de acordo com o treinador, a parte financeira não é o que está contando no momento.

- São vários fatores, não só parte financeira e eu sempre disse que ela não seria um empecilho. Tem de ver a renovação dos jogadores desse ano, as contratações, é o ano do centenário, ano histórico, são várias situações e isso gera uma ansiedade, inclusive em mim. Niniguém quer valiorizar a renovação, mas precisa entender bem. Marquei uma reunião com o pessoal que me trouxe, Vamos deixar tudo alinhavado com a diretoria e definir - completou.

O Palmeiras volta a campo pela última vez neste ano contra a Chapeconese, no próximo sábado, às 16h20, pela última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.