icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/03/2014
11:16

Alan Kardec marcou um dos gols do Palmeiras na vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino, na quinta-feira, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Com isso, o artilheiro do Verdão chegou a nove gols no Estadual, e está empatado com Luis Fabiano (São Paulo) e Léo Costa (Rio Claro) ambos já eliminados da competição, no topo da lista de goleadores. Se o Alviverde passar pelo Ituano na semifinal, o camisa 14 irá fazer mais dois jogos no campeonato e tem boas chances de ser o grande matador do torneio.

Na última vez em que o Palmeiras teve o artilheiro do Paulistão, sagrou-se campeão. Em 2008, Alex Mineiro fez 15 gols e ajudou o Verdão a vencer um Estadual depois de 12 anos na fila. Dessa vez, o jejum é menor: são "apenas" seis anos desde então. Se Kardec repetir o feito, se juntará a nomes como Evair e Heitor, ídolos da história do Verdão que foram goleadores em anos em que o clube também venceu o Estadual.

O Palmeiras teve o artilheiro do Campeonato Paulista em onze oportunidades. Dessas, sagrou-se campeão em cinco. Em 1926, quando ainda era Palestra Itália, Heitor anotou 18 gols e levantou o caneco. Assim também foi com Romeu Pellicciari, que, com o mesmo número de gols que Heitor, conquistou a taça em 1932. Em 1934, novamente Romeu, dessa vez artilheiro com 13 gols. A coincidência entre ter o goleador máximo e a taça só voltou a acontecer em 1994, quando Evair fez 23 gols e levantou o troféu. Depois de 14 anos, Alex Mineiro repetiu o feito em 2008, e agora, Alan Kardec pode entrar para essa seleta lista. César Maluco, outro ídolo, também foi artilheiro, em 1971, mas não ergueu a taça.

Os principais concorrentes de Kardec na briga formam o trio de goleadores do Santos, composto por Cícero, Gabriel e Geuvânio, com sete gols cada. Se confirmarem o favoritismo sobre os times do interior, Peixe e Verdão irão fazer a final. Com isso, os matadores ainda podem jogar mais três partidas para tentarem se isolar na artilharia e levar suas respectivas equipes ao título.