icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/02/2015
21:32

 

Jovens de 23 países começaram nesta sexta-feira, em Nova York, um período de treinos. O evento faz parte do programa Basquete sem Fronteiras, parceria da NBA com a Fiba (Federação internacional de basquete). Entre os 39 jogadores, há dois brasileiros: o armador Guilherme Santos e o pivô Yuri Silva.

Yuri Silva é um dos brasileiros no programa Basquete sem Fronteiras (FOTO: Thiago Perdigão) 

Ambos chegaram a Nova York na manhã de quinta e um dia depois já estavam em quadra. E a rotina é puxada. Antes do primeiro intervalo, mais de uma hora de exercícios, que começaram às 9h (horário local), com muitas paradas para ajustes e orientações.

- Foi legal. Logo no começo já deu para aprender muita coisa. Muita coisa mesmo. Estou bem animado - afirmou Yuri, em rápido contato com a reportagem do LANCE!Net durante um intervalo.

Além da quantidade de esforço físico, há outra barreira a ser vencida: a língua.

- No começo não entendi direito, mas logo peguei as orientações e aprendi muito. Já valeu a pena - disse Yuri.

Bruno Caboclo, atualmente no Toronto Raptors, participou do programa na edição passada e foi o MVP do evento. Acabou escolhido na primeira rodada do draft deste ano.

O outro brasileiro é o armador Guilherme Santos (FOTO: Thiago Perdigão) 

Os jovens jogadores estarão presentes em todos os eventos do fim de semana das estrelas. Além de poder observar os atletas que já estão na NBA, os treinamentos contam com as presenças do italiano Danilo Gallinari, do Denver Nuggets, do senegalês Gorgui Dieng, do Minnesota Timberwolves, além do brasileiro Tiago Splitter, campeão pelo San Antonio Spurs.

- Participei deste programa e posso dizer que foi um das melhores experiências da minha vida. Tenho certeza que será para eles também - afirmou Gallinari.

Alguns olheiros estiveram no Baruch College, local dos treinos. Mas o italiano do Nuggets pediu para os jovens "esquecerem" desse fator.

- Eles são muito jovens, não existe esse negócio de pressão. Não tem que pensar em futuro. Tem que aproveitar essa experiência. Estou aqui para mostrar isso a eles. É uma experiência para a vida deles - afirmou.

* O repórter viaja a convite do Space