icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/04/2014
12:38

O jornalista Lourival Santos, da Rede Massa, retransmissora do SBT no Paraná, foi preso na final do Campeonato Paranaense pelas ofensas racistas proferidas ao lateral Maicon, autor do gol de empate do campeão estadual Londrina, no último domingo, em Maringá. O crime foi flagrado por uma colega de profissão, a repórter Monique Vilela, da rádio Banda B, que fez a denúncia à Polícia.

Nesta segunda-feira, a Rede Massa afastou o apresentador e se manifestou por meio de nota oficial afirmando que "repudia e condena todo e qualquer ato de racismo" e que "não responde pelo ato de seu colaborador". O episódio foi confirmado pelo presidente da Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná, Isaías Aparecido de Bessa, que lamentou o ocorrido.

- No exato momento que saiu o gol, ele (Lourival) correu junto com os jogadores e, segundo as informações que foram passadas, ele chamou o jogador de macaco. A nossa companheira de Curitiba, a Monique Vilela, estava do lado, ouviu, se irritou com isso, levou ao meu conhecimento, levamos ao conhecimento do tenente - disse Bessa ao canal de pay per view Premier FC.

O presidente da associação ainda informou que Santos tentou esconder o colete da imprensa no vestiário e fugir, mas foi detido em flagrante. Este é o segundo caso de racismo envolvendo paranaenses nesta semana, já que, na quinta-feira, o zagueiro Marino, do São Bernardo, afimou ter sofrido agressões racistas de torcedores do Paraná em partida pela Copa do Brasil.