icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
14:27

Mais um turbilhão de informações a respeito do estado de saúde de Michael Schumacher é anunciado pela imprensa. Desta vez, Pino Allievi, em matéria para o jornal italiano "La Gazzetta dello Sport", afirma que o ex-piloto já respira sem ajuda de aparelhos e reconhece "vozes amigas".

A versão do jornalista italiano contradiz o comunicado oficial emitido pela assessoria do alemão, que afirmou que ele ainda se encontra na mesma situação e segue em processo de despertar, sem novidades no caso.

Allievi vai além, e afirma que Schumacher recebe visitas constantes de seus antigos chefes de equipe na Ferrari: Jean Todt e Ross Brawn, dos quais Michael reconhece as vozes.

Além dos amigos, o alemão segue com o apoio diário de sua esposa, Corinna, que respeita o pedido da equipe médica de conversar com o piloto a fim de "estimular seu cérebro" e auxiliar no processo de saída do coma.

O relato do jornal italiano vai ao encontro do que disse Felipe Massa durante entrevista coletiva, em São Paulo, no último mês. O brasileiro afirmou que, enquanto conversava com Schumacher, percebia movimentos e reações do amigo.